Vacina rVSV-ZEBOV foi aplicada em 5.837 pessoas em estudo que envolveu 11.841 voluntários em 2015, e nenhuma delas apresentou sinais da doença

Vacina produzida contra o vírus ebola precisa ficar armazenada a uma temperatura de -80ºC, segundo a OMS
WHO/S. Hawkey
Vacina produzida contra o vírus ebola precisa ficar armazenada a uma temperatura de -80ºC, segundo a OMS

Estudo liderado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que a vacina experimental criada contra o ebola é altamente eficaz. Os resultados foram publicados nesta sexta-feira (23) pela The Lancet. É o primeiro imunizante capaz de prevenir uma das infecções mais letais.

LEIA MAIS:  Doenças que atingem mais de 1 bilhão de pessoas são "esquecidas" pela indústria

A vacina rVSV-ZEBOV foi aplicada em 5.837 em um estudo que envolveu 11.841 voluntários em 2015. Entre os moradores de Guiné que foram imunizados, nenhum apresentou sinais de ebola. Já no grupo que não foi vacinado, 23 pessoas ficaram doentes.

A pesquisa também teve apoio do Ministério da Saúde de Guiné, a organização Médicos Sem Fronteiras e o Instituto Norueguês de Saúde Pública, além de outras instituições.

LEIA MAIS:  Após declarar fim do surto de ebola, Serra Leoa isola mais de 100 pessoas

Dr. Marie-Paule Kieny, autora principal do estudo, afirmou que, apesar dos resultados terem surgido tarde demais para aqueles que perderam suas vidas na epidemia que atingiu a África Ocidental em 2013, “quando houver um próximo surto da doença, nós não estaremos indefesos”. O imunizante foi produzido pela farmacêutica Merck, Sharpe & Dohme.

Morador passa por acompanhamento após receber a vacina criada para combater uma das doenças mais mortais
WHO/S. Hawkey
Morador passa por acompanhamento após receber a vacina criada para combater uma das doenças mais mortais


Epidemia

De acordo com a OMS, o vírus foi identificado pela primeira vez em 1976. Desde então, surtos esporádicos foram registrados na África, mas, entre 2013 e 2016, a epidemia na África Ocidental resultou na morte de mais de 11,3 mil pessoas.

A OMS declarou o fim da epidemia em 14 de janeiro, mas dias após o anuncio, mais de 100 pessoas precisaram ser colocadas em isolamento em Serra Leoa por terem tido contato com uma jovem de 22 anos que morreu da doença. Em março, a confirmação de dois novos casos em uma área rural de Conacri, na Guiné, também chamou atenção das autoridades para um possível ressurgimento da doença.

LEIA MAIS:  OMS anuncia vacina 100% eficaz contra ebola

Vacina

O anúncio de uma vacina 100% eficaz foi feito no final de julho de 2015. "O mundo está prestes a ter uma vacina contra o ebola", disse Dr. Marie-Paule Kieny. Na época, quatro mil pessoas haviam sido vacinadas contra a doença.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.