Medida foi criada para evitar o desabastecimento de sangue no hemocentro; capital irá ampliar os postos de vacinação a partir do próximo sábado (26)

Evitando desabastecimento: hemocentro oferece vacina contra febre amarela quem doar sangue antes da imunização
Alexandre Carvalho/A2 Fotografia
Evitando desabastecimento: hemocentro oferece vacina contra febre amarela quem doar sangue antes da imunização

Com o aumento da procura pela imunização contra febre amarela no Rio de Janeiro, o Hemorio irá aplicar doses da vacina aos doadores do hemocentro a partir de terça-feira (21). Para ter direito à proteção será necessário se candidatar e doar sangue. Se, no momento da triagem, a pessoa for considerada inapta para a doação a vacina estará garantida mesmo assim.

Leia também: Após primeiros casos de febre amarela, Rio de Janeiro terá vacinação em escolas

Conforme foi informado pela Secretaria de Saúde estadual, essa medida tem o objetivo de evitar o desabastecimento de sangue, já que, quando uma pessoa recebe a vacina  contra a febre amarela , seu sangue fica impróprio para a doação por quatro semanas. Neste período, o vírus causador da doença, ainda que atenuado, pode ser encontrado no sangue das pessoas já imunizadas.

A capacidade do Hemorio é 400 doadores por dia, e o sangue coletado abastece principalmente emergências de grandes hospitais da capital, maternidades e outras unidades de saúde, além de outras cidades, quando é necessário.

O hemocentro funciona sete dias da semana, das 7h às 18h, na Rua Frei Caneca, n° 8, no centro do Rio. Mais informações sobre a doação e a campanha podem ser obtidas pelo telefone 0800 282 0708.

Procura pela vacina aumenta em todo o estado

A procura pela proteção ao vírus aumentou depois da confirmação, na semana passada, dos dois primeiros casos de febre amarela no Rio de Janeiro , sendo um deles com óbito. As ocorrências aconteceram em Casimiro de Abreu, área rural do estado. Além dessas, mais quatro pessoas dessa cidade estão internadas com suspeita da doença.

Após a notícia  a busca pela imunização aumentou e filas se formaram nas 34 unidades de saúde da capital que disponibilizavam a vacina. 

Nesta segunda-feira, (20) a Secretaria Municipal de Saúde do Rio ampliou a vacinação nos postos de saúde que já tinham a medicação, elevando o número de doses para 250 por dia. "No entanto, desde a semana passada, por causa da alta demanda, há postos que já superam essas doses. No sábado, por exemplo, os três postos da zona sul vacinaram 1.300 pessoas", informa o órgão em nota.

Leia também: Milhares enfrentam chuva para receber vacina contra a febre amarela no Rio

Vacinação irá se ampliar na capital

No próximo sábado (26), a imunização contra a febre amarela será expandida para todas as 233 unidades de atenção básica do município do Rio. Com a medida, será possível fazer a imunização em qualquer clínica da família ou centro municipal de saúde da cidade até o fim do ano.

Dessa forma, a cidade do Rio de Janeiro se junta aos 64 municípios do estado em que a campanha contra a febre amarela já está sendo feita. 

A secretaria pede que não haja correria aos postos e reitera que a cidade ainda não registrou casos da doença. Por enquanto, a vacinação na cidade do Rio continua a ser recomendada apenas a quem vai viajar para locais em que há risco de contágio ou em que há exigência da vacina.

*Com informações da Agência Brasil

Leia também: Rio fará vacinação contra a febre amarela durante todo o ano, diz secretário


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.