4 combinações potentes de nutrientes

Conheça os ajustes que podem trazer mais saúde para o seu prato

Chris Bertelli , iG São Paulo

Getty Images
Fique atento à combinação de nutrientes para que eles não se percam no organismo

Sozinhos, eles são capazes de evitar resfriados, melhorar o trânsito intestinal ou o sistema imunológico. Mas juntos, podem garantir uma saúde de ferro.

Siga o iG Saúde no Twitter

A interação entre os nutrientes presentes nos alimentos e a máxima absorção dos mesmos têm um nome: biodisponibilidade.

“A biodisponibilidade diz respeito à quantidade de nutrientes absorvidos e utilizados pelo organismo. Isso porque nem todos os nutrientes consumidos são realmente aproveitados, podendo existir interações entre substâncias ou entre os próprios alimentos, que aumentam ou diminuem essa utilização”, explica a consultoria RG Nutri.

Vitaminas e minerais nem sempre são bem absorvidos pelo organismo e podem facilmente ser “roubados”. É esse o caso quando se mistura cálcio e ferro.

“Alimentos ricos nesses nutrientes não combinam entre si. Não adianta fazer a criança comer verdura escura no almoço, por exemplo, e dar iogurte de sobremesa. Ou dar leite no lanche da tarde”, alerta a nutricionista Alessandra Luglio, da Hero Nutritionals.

“O ferro é o nutriente mais problemático”, completa.

Leia: Frutas secas concentram nutrientes

Por outro lado, algumas combinações podem potencializar a absorção dessas substâncias.

“A dupla carne vermelha com suco de laranja é um ótimo exemplo”, afirma Alessandra. A vitamina C presente na laranja ajuda na assimilação, pelo organismo, do ferro presente no carne vermelha.

Saber qual a melhor união entre dois ou mais ingredientes pode ser essencial para garantir a saúde de crianças e idosos – que têm necessidades vitamínicas especiais.

"Idosos podem sentir falta de apetite e, por isso, precisam ter as doses dessas substâncias garantidas. As crianças têm dificuldade na alimentação e a carência de minerais pode representar um sério risco à saúde", explica a nutricionista.

Leia também: O lado negativo dos alimentos saudáveis

Pessoas com problemas de saúde ou que tenham anemia, por exemplo, tambem devem ter o dobro de cuidado. Veja as combinações que podem trazer mais saúde para o seu corpo.

Um melhora a absorção do outro:

 Vitamina C (laranja, limão, acerola, tomate) e ferro (carnes, vegetais verdes, beterraba e feijões)
– Frutose (açúcar contido nas frutas) e ferro
– Lactose (açúcar do leite) e cálcio (leite, carnes magras e cereais)
– Vitaminas A e D (castanha, cenoura, abóbora, manga, espinafre) com a gordura contida nos alimentos 

Evite misturar:

– Alimentos ricos em zinco (carne, iogurte, banana, brócolis, marisco), ferro ou cálcio não devem ser consumidos com fontes de fosfatos (leite - convencional ou de soja - e seus derivados, ovo, trigo, castanha do pará e amendoim)
– Soja com alimentos ricos em cobre, ferro ou zinco (frutos do mar, peixes como a sardinha, fígado, carne de frango)
– Taninos (substâncias presentes nos chás, em especial o mate e o preto) e água tônica com alimentos compostos por proteínas, ferro, zinco e cobre (frutos do mar, fígado, nozes, ameixa)
– Ovo com alimentos ricos em ferro, como as verduras escuras
– Alimentos que contenham oxalatos (como o chocolate) não devem ser consumidos com aqueles que contém ferro, zinco ou cobre

Siga lendo notícias sobre alimentação

Leia tudo sobre: saúdealimentaçãonutrientesferro

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG