Alimentos antienvelhecimento

Eles são chamados assim porque estão cheios de antioxidantes. Saiba como agem esses compostos que ajudam a combater os sinais da idade e a proteger o corpo de doenças

Tatiana Tavares , especial para o iG São Paulo

Getty Images
Alimentos antioxidantes: eles ajudam a prevenir o envelhecimento das células e até a evitar doenças

Eles ficaram famosos pela capacidade de combater os radicais livres no organismo e com isso retardar o envelhecimento das células.

Mais recentemente, pesquisas indicam que, inseridos na alimentação diária, ao antioxidantes auxiliam na boa saúde do organismo e podem inclusive ajudar a proteger o organismo do câncer e de doenças do coração.

Siga o iG Saúde no Twitter

Os efeitos dos antioxidantes na prevenção de doenças crônicas têm sido estudados há alguns anos, informa a nutricionista Milene Amarante Pufal, do Centro da Obesidade e Síndrome Metabólica do Hospital São Lucas da PUCRS.

“A função deles é combater os chamados radicais livres, que afetam negativamente o organismo e são produzidos naturalmente pela respiração e na produção de energia”, explica Milene.

Entre os alimentos mais ricos em antioxidantes estão os vegetais verdes folhosos – especialmente as ervas aromáticas. Sobre isso, aliás, a nutricionista dá uma dica importante: eles são melhor aproveitados quando o alimento que os contém é ingerido in natura.

Leia: Temperos que fazem a diferença

As principais vitaminas antioxidantes são A, C e E, ensina a nutricionista Karina Barros. Portanto, frutas e verduras em geral são alimentos ricos nestas substâncias.

“Entre elas, algumas são capazes de agir combatendo os radicais livres, como o licopeno, encontrado no tomate, e os polifenóis, encontrados em chás, suco de uva, azeite de oliva e frutas oleaginosas” diz Karina.

Conheça a dieta anitcâncer e veja mais alimentos poderosos contra a doença

Os cientistas no Instituto Nacional do Envelhecimento, uma divisão dos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos criaram um método para medir a capacidade antioxidante de alimentos, a tabela ORAC (do inglês, Oxygen Radical Absorbance Capacity).

“O método ORAC é interessante para saber a capacidade de antioxidação de um alimento, mas ter uma dieta saudável e variada já é capaz de garantir o equilíbrio entre as substâncias oxidantes e antioxidantes no organismo”, ressalta a nutricionista Karina Barros, lembrando que é importante haver equilíbrio entre os compostos oxidantes e antioxidantes para a manutenção da boa saúde.

Elas são ricas em antioxidantes: leia o nosso dossiê sobre as frutas vermelhas

“Quando há um desequilíbrio entre essas substâncias e um excesso de radicais livres formados, ocorre o estresse oxidativo. É ele que danifica as células e os tecidos, e pode ser responsável pelo início do envelhecimento precoce e de muitas doenças”, esclarece a nutricionista.

Conheça os principais compostos antioxidantes encontrados nos alimentos:

Vitamina E – também previne a oxidação da LDL, o mau colesterol. É encontrada em: avelãs, nozes, sementes, óleo de peixe

Vitamina C – também age nutrindo as células e protegendo-as de danos causados pelos oxidantes. É encontrada em: morango, laranja, abacaxi ou kiwi

Carotenoides – o betacaroteno e o licopeno pertencem a este grupo. São encontrados em: cenoura, frutas vermelhas, tomate, abóbora, damasco, beterraba, pitanga, mamão, manga e batata-doce

Polifenois – o resveratrol e os flavonoides são os principais integrantes do grupo. São encontrados em: alface roxa, couve, chocolate, canela, orégano, azeite, chá, rúcula, espinafre, brócolis, uva, banana, goiaba, gengibre, nozes, cravo e vinho tinto

Veja os alimentos campeões em antioxidantes, de acordo com a tabela ORAC:

FRAMBOESA. Foto: Getty ImagesESTRAGÃO. Foto: Getty ImagesNOZES. Foto: Getty ImagesPIMENTA VERMELHA. Foto: Getty ImagesCHOCOLATE MEIO AMARGO. Foto: Getty ImagesMANJERONA FRESCA. Foto: Getty ImagesTOMILHO FRESCO. Foto: Getty ImagesMOSTARDA AMARELA (SEMENTE). Foto: Getty ImagesPIMENTA PRETA. Foto: Getty ImagesGENGIBRE EM PÓ. Foto: Getty ImagesPIMENTA BRANCA. Foto: Getty ImagesCURRY EM PÓ. Foto: Getty ImagesCOMINHO (SEMENTE). Foto: Getty ImagesCACAU EM PÓ. Foto: Getty ImagesMANJERICÃO SECO. Foto: Getty ImagesNOZ MOSCADA. Foto: Getty ImagesSALSA. Foto: Getty ImagesAÇAÍ. Foto: Getty ImagesBAUNILHA EM FAVA. Foto: Getty ImagesAÇAFRÃO-DA-TERRA. Foto: Getty ImagesCANELA. Foto: Getty ImagesTOMILHO SECO. Foto: Getty ImagesALECRIM SECO. Foto: Getty ImagesORÉGANO SECO. Foto: Getty ImagesCRAVO. Foto: Getty ImagesFARELO DE SUMAGRE. Foto: Getty Images


Leia mais notícias sobre alimentação

Leia tudo sobre: alimentaçãoantioxidantesdietacâncercoraçãoalimentosORACvitaminaspolifenoisflavonoidescarotenoideslicopeno

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG