Substitua a carne vermelha de forma saudável e ganhe mais anos de vida

Novo estudo de Harvard mostra que a troca do bife, ao menos uma vez por semana, protege a saúde. Veja na galeria de fotos as opções de substituição

iG São Paulo

A carne vermelha, em especial a consumida como gordura, é vilã da saúde, já ressaltaram muitos estudos. Mas, quando consumida com moderação e sem a camada gordurosa, não precisa ser temida e pode até fazer bem.

Leia maisConsumo diário de carne vermelha aumenta risco de morte

Um novo estudo da Escola de Saúde Pública de Harvard oferece o segredo para aproveitar só o melhor deste alimento: substituição em vez de eliminação. Nos almoços e jantares sem carne (ou com menos carne), os especialistas autores da pesquisa apontam quais são as opções de proteína saudáveis.

O estudo

Foram acompanhadas, por duas décadas, 125 mil pessoas. Deste total, 24 mil morreram em decorrência de problemas cardíacos ou câncer . Na análise, as pessoas que comeram mais carne vermelha morreram mais cedo. Elas também tendiam a pesar mais, fazer menos exercícios e fumar, o que demonstra que os hábitos não saudáveis costumam aparecer sob a forma de “combo”.

Segundo o estudo, para cada porção extra de carne processada consumida – a porção equivale a um bife do tamanho e da espessura de um baralho de cartas – o aumento da mortalidade foi de 20%.

"Este estudo fornece evidências claras de que o consumo regular de carne vermelha, carne processada especialmente, contribui substancialmente para a morte prematura", disse Frank Hu, um dos cientista envolvidos no estudo e professor de nutrição da Escola de Saúde Pública de Harvard, em declaração dada no material de divulgação da universidade.

Siga o iG Saúde no Twitter

Na mesma análise, ficou evidenciado que trocar a carne vermelha por fontes de proteína mais saudáveis pode prolongar a vida. Se, em vez de três pedaços de hambúrguer, um deles for substiuído por uma opção de proteína considereda saudável, por exemplo, a redução da mortalidade foi entre 7% e 19%.

VEJA ABAIXO AS FOTOS DAS CARNES QUE DEVEM SER EVITADAS E DAS OPÇÕES SAUDÁVEIS DE SUBSTITUIÇÃO:


Siga lendo:

Como consumir carne de proco de forma saudável

Ele só come alimentos crus há 6 anos

    Leia tudo sobre: carnedietaproteínagrãos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG