Os riscos das dietas das celebridades

Regimes malucos são associados à beleza e ao estilo glamoroso das musas do cinema e da música. Saiba por que eles são perigosos e veja como emagrecer de forma saudável

iG São Paulo

As musas sempre desmentem. Mas as notícias sobre as dietas bizarras que elas fazem para emagrecer não param de pipocar na internet e nas revistas de fofocas.

Para especialistas, creditar a celebridades um padrão alimentar muito restritivo é péssimo, pois ajuda a disseminar condutas perigosas que colocam em risco à saúde. Veja alguns exemplos do que já foi veiculado sobre a alimentação das famosas:

Se você acha que adianta passar um mês comendo só tofu, não caia nessa. Os humanos são seres onívoros – ou seja, comem de tudo – e foi justamente essa alimentação variada que permitiu a evolução da espécie e o desenvolvimento de uma série de vantagens adaptativas em relação aos outros animais, pontuam os especialistas.

Siga o iG Saúde no Twitter

Manter uma dieta equilibrada e praticar atividades físicas regularmente é a melhor maneira de viver bem e o melhor, sem engordar. A seguir, o nutricionista Ricardo Zanuto explica o que há de errado nas dietas malucas das famosas.

Marilyn Monroe: “Como ela não almoçava, entrava em jejum prolongado até o jantar, elevando muito os níveis de cortisol do organismo, provavelmente perdendo boa parte de sua massa magra. No jantar, ao repor somente bife com cenoura, há deficiência de minerais e vitaminas e a ausência de fibras pode ocasionar prisão de ventre severa.”

Lady GaGa: “Dependendo de como foi a bebedeira do dia anterior, o fígado teve de trabalhar em demasia para reorganizar o metabolismo, e, ao malhar de ressaca, a energia disponível está baixa, podendo ocasionar fadiga precoce e até mesmo crises de hipoglicemia.”

++ FOTOS: Conheça os alimentos que ajudam a perder barriga

Jennifer Aniston e Reese Witherspoon: “Um pote de papinha tem em média 60 kcal. Elas perderam peso, pois mesmo ingerindo 14 potinhos ao dia, o valor calórico da dieta não passou de 900kcal. O problema é que as papinhas de bebê são equilibradas exatamente para a nutrição de um bebê e não de um adulto."

Beyoncé e Naomi Campbell: “Este é o extremo que se pode chegar, pois não há ingestão alguma de nutrientes ao longo do dia. Na verdade, isso não é dieta e sim jejum prolongado. Com isso há perda severa de massa muscular e desidratação. Esse tipo de dieta retarda o metabolismo, podendo ocasionar o temido efeito-sanfona.

Kate Middleton e Nicole Kidman: “Esse tipo de dieta, baseado em proteínas, é bem conhecido, também chamado de dieta cetogênica. Ela utiliza as gorduras e as proteínas como fonte de energia e causa desidratação intramuscular por deficiência de glicose. Basta a pessoa voltar a ingerir carboidratos que a reidratação ocorre e o peso muitas vezes volta ao normal.”

++ FOTOS: Alimentos com calorias negativas? Eles existem sim! Veja quais são

Victoria Beckham: “Neste caso é importante também verificar a quantidade ingerida por dia. Os grãos de gergelim e linhaça são boas fontes de gorduras boas e proteína, enquanto que a soja é rica em isoflavonas. O que falta são os carboidratos totais, importantes para cumprir outras funções importantes no organismo”.

Christina Aguilera: “Comer somente alimentos de uma cor por dia não é interessante, pois há minerias e vitaminas hidrossolúveis que só encontramos em determinados tipos de alimentos com cores distintas. Seguindo a dieta, a passoa teria uma quantidade ‘x’ de vitamina em um dia e no outro não. E o consumo de vitaminas e minerais deve ser regular.”

Quer emagrecer de forma saudável? Leia algumas reportagens que podem ajudar a conquistar um corpo mais magro sem colocar em risco a saúde:

Siga o nosso Programa de Dietas e enxugue até 5 quilos em um mês

40 dicas certeiras para perder 2 quilos

A dieta para desintoxicar o corpo

    Leia tudo sobre: alimentaçãodietascelebridadesemagrecimentoperda de peso

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG