Médicos sugerem uma dieta hipocalórica para compensar os dias de exagero durante o feriado

O ideal seria comer com moderação, mas para você Páscoa é sinônimo de chocolate e você não resistiu a tantas delícia e exagerou. Nesse caso, o médico nutrólogo Durval Ribas Filho, presidente da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN) recomenda fazer "dias da compensação metabólica". 

Abusou do chocolate? Veja as dicas de médicos
Twitter
Abusou do chocolate? Veja as dicas de médicos


“Se durante três dias houver consumo excessivo de calorias, é recomendável que, nos outros três seguidos, a pessoa faça dietas hipocalóricas”, afirma o médico. A nutróloga Socorro Giorelli concorda e explica que uma dieta como essa serve para compensar toda a caloria que foi ingerida consumindo alimentos de baixa densidade energética, como verduras e frutas.

Quantas calorias?

Durval indica consumir 1500 calorias nos dias de dieta hipocalórica. "Devem ser incluídos carboidratos, proteínas e gorduras, mas não ultrapassando 1500 calorias", orienta o médico. 

Legumes e verduras são alimentos de baixo valor calórico
Thinkstock/Getty Images
Legumes e verduras são alimentos de baixo valor calórico


O que evitar?

Depois de abusar de chocolates e outras delícias, é hora de deixar tudo isso fora do cardápio. "Os alimentos de alta densidade energética, ou seja, os alimentos que tem uma maior quantidade de calorias por grama peso como por exemplo os alimentos gordurosos, qualquer tipo de gordura (embutidos, bacon, salame, mortadela, salsicha) devem ser riscados por enquanto", lista Durval. 

Outras opções

Existem diversos tipos de dieta, mas é preciso ter cuidado. Quem exagerou no feriado também pode, por exemplo, seguir um cardápio detox por três dias . Entretanto, dietas restritivas - com poucas calorias ou que eliminam determinados alimentos - não devem virar regra. 

"A pessoa deixará de consumir nutrientes e vitaminas necessários e achados em alimentos que não estão excepcionalmente nesses 3 dias de uma dieta detox, mas que precisam ser inclusos no cardápio (arroz e feijão por exemplo). Isso em um prazo maior pode causar fraqueza no corpo e no organismo. Dietas restritas nunca devem passar desse tempo de 3 dias. A pessoa até perderia peso, mas não seria de forma saudável e ela ainda corre risco de ganhar esse peso depois novamente", explica Liliane Opperman, que também é médica nutróloga. 

Leia mais: 

Detox de 72h: nutróloga monta cardápio para enxugar até 3 quilos em 3 dias

Proteína na dieta: nutriente é fundamental e ajuda a emagrecer

Exagerou no feriado? Veja 40 dicas certeiras para emagrecer 2kg

Chocolate pode, mas com moderação

E depois de fazer os dias de compensação ou uma dieta detox, é possível incluir o chocolate na rotina. Especialistas recomendam o consumo daqueles com alto teor de cacau (65% ou mais) e, preferencialmente, que tenha em sua constituição as oleaginosas, como, por exemplo, nozes e avelãs.

Esses chocolates têm efeitos benéficos para o organismo humano, pois estimula o sistema nervoso central e os músculos cardíacos. 

Mas, segundo a médica Socorro Giorelli, comer mais de 30 ou 40 gramas por dia já é considerado um exagero. 

Ela também indica os melhores horários para comer aquele pedaço de chocolate: "Procure comer depois das refeições. Ou seja, é melhor consumir o chocolate de barriga cheia. É recomendado também o consumo pela manhã, pois o gasto durante o dia será mais fácil".

A nutróloga ainda recomenda o consumo de fibras junto com o doce: "Elas  ajudam em parte da absorção das gorduras do chocolate pelo organismo". 

Leia mais:

Dicas para controlar o impulso por chocolate

10 dicas para controlar a gula

    Leia tudo sobre: dieta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.