Alimentação

enhanced by Google
 

Perigo: morango pode fazer mal à saúde

Reação à fruta cítrica pode causar problemas sérios como falta de ar, urticária e diarreia

Chris Bertelli, iG Saúde | 26/07/2011 12:22

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Foto: Getty Images Ampliar

Morango com chocolate: iguaria pode ser perigosa para quem tem alergia ou intolerância à fruta

Protagonista do fondue de chocolate, o morango  é uma das frutas mais festejadas e procuradas do inverno. De sabor doce e uma atraente cor vermelha, o aumento da oferta nesse período do ano eleva consideravelmente o consumo e, consequentemente, as reações adversas à fruta.

“Os alimentos cítricos são os mais alergênicos e o morango faz parte dessa seleção”, afirma a nutricionista Roseli Rossi, da clínica Equilíbrio.

Além disso, a delicadeza da fruta silvestre faz com que a quantidade de pesticida e agrotóxico utilizada no plantio seja exagerada, algo que pode desencadear alergias graves.

“Isso ocorre porque a toxina vai se depositando no organismo”, explica a médica.

A alergia a um alimento pode ser desenvolvida ao longo dos anos e os sintomas podem ser suaves e passar despercebidos ou, ao contrário, intensos a ponto de colocar a vida em risco.

“Em alguns casos, a pessoa nem percebe que tem o problema, mas em outros precisa ser hospitalizada”, reforça Roseli.

Saiba mais sobre os fatores de risco da alergia alimentar na Enciclopédia da Saúde

Os sintomas imediatos são urticária, náuseas, vermelhidão no nariz, inchaço e dores de cabeça. Em episódios graves pode haver uma reação alérgia aguda, que pode levar à morte. No entanto, para chegar a esse ponto é preciso consumir uma grande quantidade do alimento.

Reações alérgicas são, na verdade, um erro do sistema imunológico, que reconhece proteínas presentes no alimento como agressoras, atacando-as e desenvolvendo anticorpos para combatê-las. No caso dos morangos, pesquisas indicam que o responsável pelo problema pode estar intimamente ligado à tão admirada cor vermelha da fruta.

“A alergia pode surgir em qualquer momento da vida e, assim que descoberta, é preciso evitar o causador do problema”, explica a alergista Ariana Yang, da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia (Asbai).

Intolerância ao morango

De acordo com Ariana Yang, a alergia a morango não é tão comum quanto a intolerância a ele, lembrando que, embora pareçam semelhantes, são duas condições bem distintas. “A intolerância não tem a ver com produção de anticorpo, mas sim com predisposição genética e presença de determinada substância no alimento; já a alergia é mais imunológica, o corpo desenvolve anticorpos ao que está no alimento”, explica.

Foto: Getty Images Ampliar

Alergia ou intolerância ao morango pode causar reações graves

Confundir alergia e intolerância é comum, já que as duas produzem sintomas semelhantes. No segundo caso, no entanto, são corriqueiras as dores de cabeça, nas articulações, placas avermelhadas pela pele e sensação de cansaço.

O que fazer?

A primeira atitude é procurar um médico para identificar se a sua reação é alergia ou intolerância. O diagnóstico é realizado com uma análise minuciosa do histórico alimentar do paciente e uma pesquisa de anticorpo contra o alimento, por meio de exame de sangue ou de pele.

As especialistas recomendam, no entanto, evitar o alimento. Vale ressaltar que quem tem alergia não deve consumir nem mesmo produtos feitos de morango ou flavorizados com a fruta, como geléias e bolos.

Saiba mais:
Convivendo com a intolerância ao leite
Cardápio para reduzir o estresse e desintoxicar
Dossiê dos petiscos a beira-mar
 

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG

Ver de novo