Exercícios e dicas simples para recobrar a paciência e não se render ao estresse

Trânsito carregado, reunião difícil na segunda-feira pela manhã, bronca do chefe, filhos desobedientes. As razões que levam alguém a perder a calma são as mais variadas possíveis e podem se repetir ao longo do dia. Manter a cabeça fria é essencial para passar longe do estresse, condição intimamente ligada a doenças como infarto , acidente vascular cerebral (AVC) , gastrite , hipertensão , entre outras.

Siga o iG Saúde no Twitter

“Tudo depende da maneira como o estresse é administrado e se a pessoa está submetida a esse efeito continuamente”, alerta Maria Cristina Pesce, autora do livro Meditação e Geranciamento de Estresse no Trabalho (Scortecci Editora). Pesce indica a meditação para quem quer ganhar mais tranquilidade.

“Esse trabalho reduz os níveis de cortisol e a ansiedade, melhora a resposta imunológica e traz relaxamento. Esse treino pode ajudar a pessoa a planejar melhor o enfrentamento no trabalho”, diz. A indicação de Maria Cristina é praticar a meditação pelo menos três vezes por semana, por 15 minutos.

Para quem quer algo mais imediato, vale ficar atento às dicas de relaxamento do personal trainer Ricardo Lina Gonçalves, do Olimpia Spa, e da massoterapeuta Eliana Costa Oliveira. Os dois ensinam exercícios que ajudam a voltar a calma em apenas dois minutos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.