Bem-Estar

enhanced by Google
 

Como escolher músicas para ajudar nos exercícios

Alguns cuidados são importantes na hora de montar a lista. Não deixe cair o ritmo

Yara Achôa, iG São Paulo | 16/11/2010 12:50

Compartilhar:

Foto: Thinkstock/Getty Images

A trilha sonora deve ser pensada para não atrapalhar o rendimento

A trilha sonora ideal para praticar exercícios é aquela que motiva e incentiva. E isto está diretamente ligado ao gosto musical de cada um.

Quem gosta de heavy metal certamente não vai se estimular com baladinhas pop. Mas dentro de cada gênero, sempre existem variações de hits mais calmos e mais agitados, possibilitando compor uma trilha equilibrada que acompanhe do aquecimento ao término do treino.

Se você gosta de se exercitar com música deve pensar em trilha sonora que não atrapalhe o rendimento. Alguns sites oferecem trilhas baseadas no bpm (batimento por minuto).

Um deles é o Running Music Mix, dedicado a temas para corrida. É possível encontrar os mais variados gêneros – pop, rock, alternativo, new wave, dance, eletrônico –, distribuídos em treinos de menos de 135 BPM (para caminhada ou aquecimento); entre 135 e 155 BPM (trote); entre 155 e 175 BPM (corrida) e acima de 175 BPM (corrida forte). É preciso pagar para baixar as músicas.

Com canções compostas especialmente para atividades físicas, também baseadas em bpm (de 150 a 171 BPM), o Run2Rhythm foi criado a partir da necessidade do pianista e compositor Gary Blake, que treinava para o Ironman (prova que mistura natação, corrida e bicicleta) australiano em 2006. Como os hits que ouvia em seu mp3 não combinavam com a cadência de seus passos, ele passou a criar suas próprias canções.

Em parceria com um professor de atletismo, desenvolveu um programa para combinar ritmos e velocidade de corrida. Hoje conta com um grupo de pianistas, percursionistas, guitarristas, compositores e arranjadores e as músicas são gravadas em um estúdio profissional em Melbourne, na Austrália. É possível ouvir alguns trechos das composições antes de adquiri-las.

No o portal de música DeepBeep pode ser feito download gratuito de músicas criadas por badalados DJs, em estilos como techno, tech-house, ambient, breakbeat, soul, funk, house, disco, rock, indie, electro e pop, entre outros.

Foto: Arquivo pessoal

A jornalista Flávia Saad monta suas playlists com músicas que tenham ritmo na batida de 160 bpm

Na prática
 

“Fiquei viciada em montar playlists que tenham bom ritmo, em torno de 160 bpm e acabei treinando o ouvido para identificar o que serve ou não para o meu ritmo. Nem toda música que curto entra em uma seleção de corrida. Então, muitas vezes procuro versões remix”, conta a jornalista Flávia Saad, de Santos, litoral de São Paulo.

Seu atual equipamento de som contém um programa que mapeia o trajeto e vai passando informações como o tempo que falta para concluir o percurso, o quanto já ficou para trás e a velocidade média da corrida.

“O interessante é que tem também uma função chamada Power Song, em que você escolhe uma música justamente para dar um gás. A minha, atualmente, é Apply Some Pressure, do Mäximo Park. Recomendo!”

O projetista de instalações elétricas André Luiz Panetto, de São Paulo, monta sua lista no celular com músicas para aquecimento, corrida e desaquecimento. “Escolho pelo ritmo, velocidade e energia que passam. Tento me imaginar correndo quando as escuto”, ensina.

Para o aquecimento sua dica é programar músicas animadas, mas que não sejam rápidas demais. “Toco as que eu consigo cantarolar enquanto corro”. Na hora da corrida propriamente dita, entram as mais agitadas. “E para finalizar, canções alegres que me deixam feliz, porém que me façam diminuir a velocidade. Gosto de muitos estilos, mas meu preferido para correr é rock/heavy”.

Uma de suas power songs é Punk, do Impellitteri. “É um guitarrista italiano que mistura todo o tipo de rock. Esta é uma combinação de punk com heavy metal, muito rápida e compassada. Ela me salvou de ‘quebrar’ faltando dois quilômetros para terminar uma prova recentemente”.

    Notícias Relacionadas


    Nenhum comentário. Seja o primeiro.


    Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!




    *Campos obrigatórios

    "Seu comentário passará por moderação antes de ser publicado"

    Ver de novo