Como dormir bem no calor

Dormir mal prejudica a saúde e a boa forma. Com as temperaturas altas, o quadro pode se agravar. Confira dicas para um sono tranquilo

iG São Paulo

Thinkstock/Getty Images
Dormir bem favorece até o emagrecimento
Os dias quentes são encarados com roupas leves, atividades ao ar livre, ar-condicionado, bebidas refrescantes... Mas quando chega a noite, o calor pode atrapalhar o descanso.

Dificuldade para pegar no sono , mexer-se muito na cama e acordar várias vezes são algumas situações enfrentadas nos períodos de altas temperaturas.

Siga o iG Saúde no Twitter

No dia seguinte, o resultado é aquela moleza. Uma noite maldormida pode provocar ainda dor de cabeça e falta de concentração. Em longo prazo, a privação do sono pode levar a depressão e obesidade.

“O ideal é que se tenha, em média, de sete a oito horas de sono por noite. Tanto a falta quanto o excesso podem ser prejudiciais a saúde”, diz a endocrinologista Claudia Chang, professora e coordenadora da pós-graduação em endocrinologia do Instituto Superior de Medicina (ISMD).

Leia também: Por que bocejamos?

“Acredita-se que um sono ruim tenha papel central na predisposição a ganho de peso e até possa prejudicar o emagrecimento. Infelizmente, o número de jovens adultos cuja duração do sono é inferior a sete horas por noite é muito alto (quase 40%)”, completa a médica.

Leia também: Pesquisa liga privação de sono a maior consumo de junk-food

Quem deseja uma boa noite de sono deve manter o quarto arejado, o corpo fresco e a cabeça tranquila na hora de ir para a cama. "Com o calor, a agitação costuma ser ainda maior. Deixe o estresse de lado e procure se desligar dos problemas na hora de ir dormir", argumenta Claudia.

Confira a seguir outras dicas da especialista para bons sonhos de uma noite de verão:

Hidrate-se ao longo do dia e não apenas na hora de deitar, para não ficar com vontade de ir ao banheiro durante a madrugada. Leia também: Sucos que acordam e fazem dormir

•  Siga uma dieta balanceada e leve. Evite refeições muito calóricas à noite. Leia também:  Comida para espantar a insônia

• Bebidas estimulantes como o chá verde e o café devem ser evitadas no período noturno. A cafeína tem duração de quatro horas no organismo, portanto o ideal é que o último gole seja por volta das 16 horas para não atrapalhar a qualidade do sono

• Evite exercícios muito vigorosos próximos à hora de deitar. Leia também: Atividade física no calor: pratique com cuidado

• Evite atividades que exijam muita concentração ou que elevem o nível de ansiedade (como filmes de ação ou suspense) perto do período de dormir

• Use roupas leves e frescas

• Prefira lençóis de algodão e linho aos sintéticos, porque esquentam menos

• Banho morno refresca e ajuda a relaxar

• Deixe o quarto arejado durante o dia e, se possível, uma brecha na janela também à noite, para o ar circular. Leia também: Como proteger a saúde do ar seco

• Ventilador é uma alternativa refrescante para os dias mais quentes. Só tome cuidado para que não seja barulhento – prejudicando o sono – e para não fique virado direto para o corpo, pois o vento pode causar frio, fazendo com que você desperte no meio da noite

• Se preferir o ar-condicionado, lembre-se que ele deve estar com o filtro limpo e funcionar a uma temperatura agradável, em torno de 24 graus. Mas como resseca o ar, uma dica é colocar uma bacia de água no quarto, para umidificar o ambiente. Leia também: Ar-condicionado ameaça a saúde

• O travesseiro também contribui para a qualidade do sono. É preciso que seja arejado e feito de material que evite a proliferação de ácaros, fungos e bactérias, capazes de desencadear crises alérgicas típicas do verão

Faça os testes:
Você é uma pessoa diurna ou noturna?
Qual é seu estilo de sono?

    Leia tudo sobre: saúdebem-estarsonocalor

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG