Tamanho do texto

Como no mundo corporativo, o coach de saúde usa técnicas de autoconhecimento e motivação para trazer bem-estar. Saiba mais

Coach de saúde: o treinador de suas mudanças de hábitos
Thinkstock/Getty Images
Coach de saúde: o treinador de suas mudanças de hábitos
A palavra inglesa coaching, em português, significa treinamento. No mundo corporativo, corresponde ao processo de equipar as pessoas com as ferramentas, os conhecimentos e as oportunidades de que precisam para se desenvolver e se tornar mais eficazes. Cabe ao coach – ou treinador – ajudar o executivo a identificar seu potencial e, por meio de técnicas motivacionais e de autoconhecimento, ajudá-lo a chegar lá .

Essa figura do coach agora aparece também na área de saúde. “Trata-se de um profissional treinado para ajudar a pessoa a entender melhor sua condição de saúde. Mas mesmo sendo médico, ele não substitui seu médico assistente”, explica Marlus Machado Marconcin, pediatra e coach de saúde, de Curitiba (PR).

O coach reúne as informações médicas para dar suporte adequado às decisões sobre a saúde do paciente, atuando em parceria com o médico de base . Para o especialista, ao assumir um papel ativo nestas decisões o paciente passa a ter condição de fazer as melhores escolhas. E, assim, os hábitos saudáveis são conquistados de forma consistente.

“Chamo o coach de saúde de arquiteto do bem-estar. Ele mostra o caminho a seguir, mas é a pessoa que coloca as fundações, ergue as paredes e cobre o telhado, de maneira sólida e duradoura”, diz Marconcin, que atende muitos casos de obesidade, estresse e pânico.

O cardiologista Antonio Olintho Fossa Jr., de Belo Horizonte (MG), começou a trabalhar com coaching de emagrecimento – e hoje até ministra cursos para profissionais da área médica para formação de novos coaches - quando percebeu que muitos pacientes não conseguiam emagrecer, por mais que fossem orientados para mudanças de hábitos .

É importante ter um profissional para orientar sobre a dieta, claro. Mas para muitas pessoas é preciso mais do que isso . O coach entra com motivação, técnicas de orientação e estratégias mentais para o indivíduo aprender a lidar com os obstáculos e as cobranças que aparecerão no curso da doença. Unimos os recursos da medicina com treinamento para a mudança de estilo de vida”, diz Fossa Jr.

“Às vezes os problemas – a dieta, as mudanças de hábitos – parecem muito grandes aos olhos assustados do cliente. O coach ajuda a colocer esses obstáculos em uma dimensão menor”, completa Marconcin.

Como é a sessão

“É uma espécie de terapia breve, reconhecida no mundo todo”, diz o cardiologista Fossa Jr. Seu método consiste em 12 sessões, de uma hora e meia cada. Nos três primeiros meses elas são realizadas quinzenalmente. Depois passam a ser mensais e, por fim, bimestrais.

“As pessoas não têm tanto tempo e dinheiro para um tratamento longo. Comparado à psicanálise, o coaching é muito mais rápido”.

São utilizadas diversas técnicas de informação e motivação. E muito do progresso acontece entre as sessões, quando a pessoa implementa as ações estabelecidas em comum acordo com o coach de saúde.

No processo de coaching o foco são metas específicas de saúde e muitas delas também podem fazer mudanças em outros aspectos da vida, incluindo carreira e senso global de bem-estar.

Qual a diferença?

Existem semelhanças entre coaching e terapia : ambos promovem uma análise introspectiva do paciente a respeito de quem ele é, sobre os seus relacionamentos e o mundo em que vive.

“Entretanto, os terapeutas examinam as raízes do modo de ser dos seus pacientes como também e analisam minuciosamente sua história de vida. No coaching de saúde, temos um objetivo e vamos chegar a ele. É um processo focado, com começo, meio e fim”, reforça Marlus Machado Marconcin.

Segundo os especialistas, o coach trabalha na descoberta das possibilidades. O terapeuta pergunta ‘por que?’; o coach pergunta ‘o que você quer?’, ‘quem você quer ser?’, ‘como sua vida será diferente e o que é importante acontecer para você chegar lá?’. “Coaching é a ação e a solução com um foco nas possibilidades futuras”, argumenta o médico de Curitiba.

Qualquer pessoa que queira se tornar realmente responsável por sua condição de saúde, quer apresente algum problema de saúde ou não, pode recorrer aos serviços do coaching de saúde.

Coach de respiração

Um pouco mais específico é o coaching de respiração. Chamado também de renascedor, o orientador aqui inicia o paciente na conscientização da respiração correta e eficiente . “O objetivo é resgatar o bem-estar e aliviar as tensões diárias, manter um ambiente sereno e conduzir a pessoa a ter um ritmo de respiração mais livre e relaxado”, explica Elizabeth Lindoni, coach e consultora em PNL, de São Paulo.

“A respiração leva a pessoa a experimentar um profundo senso de limpeza interna, melhorando a saúde física e mental e tornando os sentimentos mais tranquilos. Quando dominamos um pensamento dominamos um resultado. Respirar corretamente é aprender a ter poder pessoal”, completa a especialista.

Coaching de respiração: escolha um lugar tranquilo e busque equilíbrio através da inspiração e da expiração
Divulgação
Coaching de respiração: escolha um lugar tranquilo e busque equilíbrio através da inspiração e da expiração
Respire fundo

As sessões de coaching de respiração duram de uma a duas horas. Elizabeth Lindoni diz como funciona o processo:

* Deite-se ou sente-se em um local bem confortável, feche os olhos, ouça uma música suave.

* Nos primeiros 10 minutos, respire de forma profunda: encha todo o pulmão de ar e esvazie por completo (estado de ativação).

* Respire com vigor na inspiração (como recebo as coisas do mundo) e relaxe na expiração (como desfruto do que recebo).

“Com o relaxamento total, corpo e mente se entregam e se soltam completamente. Você vai percebendo suas emoções, seus pensamentos, seu corpo. Permita-se, solte-se, não lute contra nada, deixe fluir os pensamentos e as emoções. Acompanho muitos relatos de alívio, bem-estar e até de cura de dores e doenças”, finaliza a especialista.