Bem-Estar

enhanced by Google
 

Peso livre ou aparelho: o que é melhor na musculação?

Especialistas comparam vantagens e desvantagens de cada tipo de equipamento

Bruno Folli, iG São Paulo

Compartilhar:

Foto: Getty Images/Photodisc Ampliar

Exercícios com peso livre gastam mais energia

Os exercícios de musculação podem ser realizados de duas formas: em aparelhos ou com pesos livres. As duas opções estão disponíveis na maioria das academias, cabendo a instrutores e alunos decidir qual deles usar. Mas afinal, tem diferença? Tem sim.

Os aparelhos são uma espécie de guia para os exercícios, facilitando a realização do movimento correto. Eles também dão apoio para o posicionamento do aluno. “São indicados para alunos iniciantes”, afirma Jr. Crocco, personal trainer da Body Systems.

Já os pesos livres requerem mais equilíbrio e atenção à postura. “O movimento é sustentado pelo próprio corpo”, ressalta o personal. Na verdade, a sustentação é feita por uma parte específica do corpo, chamada Core.

Escolha seus exercícios
As vantagens e desvantagens de cada horário para malhar
Qual a atividade física ideal para você?
Esteira absorve três vezes mais o impacto da corrida

Ela consiste na região do abdome, lombar e glúteo, uma espécie de centro de equilíbrio da pessoa. “É preciso ter mais consciência corporal para treinar com pesos livres”, afirma Fabiana Queiroz, coordenadora de uma unidade da academia Contours em Fortaleza.

O peso livre exige equilíbrio além da ação pontual do músculo trabalhado. Ao exercitar o bíceps do braço, por exemplo, é preciso estar atento às pernas e às costas, que dão suporte ao movimento.

É um esforço adicional, que resulta em uma queima extra de calorias. Isso é uma vantagem para mulheres que fazem musculação para perder peso. “Embora seja preciso complementar o treino com exercícios aeróbicos”, adverte Jr. Crocco. Outra vantagem do peso livre é que eles podem ser usados para treinar em casa.

Atenção constante

“Algumas pessoas têm dificuldade em manter a postura correta nos exercícios livres”, comenta Fabiana. Isso pode acabar gerando lesões durante o treino, especialmente quando a academia não fornece a devida atenção aos alunos. Esse é um risco comum em academias clandestinas.

Leia sobre suplementos
Malhação com energético
Creatina: aliada ou vilã?
Suplementos alimentares podem ajudar mulher a emagrecer

É preciso um acompanhamento próximo do instrutor enquanto o aluno estiver se adaptando ao exercício. Assim, é possível evitar não só problemas de postura, mas também movimentos bruscos e inadequados, que podem causar lesões.

Jr. Crocco explica que muitas alunas preferem os exercícios nos aparelhos, porque eles são mais simples de realizar. E eles realmente podem ser mantidos mesmo nos treinos mais avançados.

Leia sobre cuidados com o exercício
Menstruação irregular pode indicar excesso de exercícios
Fratura por estresse atinge 25% dos corredores
Overtraining: o excesso que faz mal à saúde
Exercício na gravidez requer moderação

“No início, o aluno faz mais exercícios no aparelho e poucos com peso livre. Depois, usa mais o peso livre, mas sem abandonar por completo os aparelhos”, ensina.

Ao ganhar mais massa muscular, comenta Jr. Crocco, a própria manutenção do músculo gasta mais energia devido ao próprio metabolismo. Outra vantagem para quem quer entrar em forma.

Leia também
Exercícios em jejum: pode?
Hipertensão: exercício ajuda a reduzir medicação
Sedentarismo é epidemia, dizem especialistas
Músculo também produz hormônios

 

    Notícias Relacionadas


    Ver de novo