Vegetais contra o envelhecimento

Alimentos triviais ajudam a garantir a jovialidade do corpo por dentro e por fora

Fernanda Aranda, iG São Paulo |

Getty Images
Juventude: alimentação sadia é um dos fatores
A medicina estética tem na ponta da língua as respostas para os incômodos provocados pelos sinais da idade. Se as rugas aparecem, botox. Caso o problema seja ressecamento da pele, cremes e mais cremes. Tinturas para cabelos grisalhos; pílulas para aumentar a vitalidade. Mas se as fórmulas para conter o envelhecimento externo dão aos cosméticos a possibilidade de interferir no curso natural da vida, a garantia da jovialidade interna pode ser encontrada na feira ou supermercado.

Alimentos triviais do dia-a-dia são a chave para a eliminação das células velhas e doentes, o que ajuda a prevenir um organismo envelhecido. Os chamados antioxidantes foram eleitos como remédios naturais contra os radicais livres, estruturas que danificam o corpo humano acelerando o processo de envelhecimento das células que compõem o organismo.

Independentemente da informação que consta na carteira de identidade, é possível manter o corpo jovem com uma dieta rica em alimentos benéficos. Segundo Cristiane Kovacs, nutricionista coordenadora do Ambulatório de Nutrição Clínica do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, de São Paulo, eles ajudam a evitar disfunções neurológicas e podem auxiliar até no combate ao câncer, se consumidos de forma moderada, para que não prejudiquem o corpo.

A nutricionista aponta os alimentos ideais: cenoura, batata-doce, abóbora, espinafre, brócolis e vegetais folhosos verde-escuros são exemplos que não podem faltar no cardápio. Ovos, abacate, brócolis e couve de bruxelas também são importantes, assim como laranja, limão, kiwi, mamão papaia e acerola. Na hora de cozinhar, outra sugestão é abandonar de vez a manteiga e a banha, gorduras de origem animal, e preferir os óleos vegetais (oliva, girassol, soja, etc.).

Falhas recorrentes

O envelhecimento da população é realidade, medido ano a ano pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Se antes, as pessoas se programavam para viver até os 60 anos de idade, agora a média já deu um salto de mais de uma década. A expectativa de vida do brasileiro hoje é de 76 anos. Para estes 12 anos de vida a mais sejam desfrutados com qualidade, a cozinha não deve ser negligenciada.

Segundo o Ministério da Saúde, refrigerante e frituras ainda são desafios para a população de qualquer faixa etária (em média 35% consomem estes tipos de produtos mais de cinco vezes por semana). Além disso, pesquisadores da Universidade Federal de Pelotas concluíram que na faixa etária entre 20 e 69 anos, 79,8% não comem frutas com regularidade. Para quem deseja começar a adotar um cardápio mais sadio, a nutricionista elaborou uma saborosa opção de dieta com ingredientes que são tudo de bom para a saúde, confira.

Sugestão de cardápio antioxidante

Café da manhã: leite desnatado, pão integral, creme vegetal rico em fitosterol, goiaba e granola.

Lanche da manhã: mamão e farelo de aveia.

Almoço/Jantar: alface, cenoura cozida, tomate, azeite de oliva, arroz, feijão, sardinha grelhada, legumes refogados e óleo de canola para cozinhar os alimentos. Manga como sobremesa e suco de caju para beber.

    Leia tudo sobre: alimentaçãojuventudevegetaislegumessaúde

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG