Tamanho do texto

Doutor Bruno Puglisi explica todos os cuidados que um tratamento oncológico exige para manter a saúde bucal em dia

O acompanhamento odontológico é extremamente importante durante as terapias oncológicas, pois a boca é um dos principais órgãos afetados pelo câncer. 

Leia também: Cárie dental: a segunda doença mais comum do mundo

Dentista precisa acompanhar paciente durante o tratamento do câncer
shutterstock
Dentista precisa acompanhar paciente durante o tratamento do câncer

Procurar o dentista antes de iniciar o tratamento quimioterápico é muito importante para manter a saúde bucal durante todo o processo câncer . O uso de medicamentos que afetam as células do corpo podem causar sérios danos aos dentes.

A boca pode ser uma fonte rica em bactérias que são especialmente perigosas para quem vai entrar em tratamento.

"O importante é o dentista procurar possíveis focos de infecção, ou cáries muito profundas. Também verificamos dentes com mobilidades e que precisam ser removidos antes de iniciar o tratamento oncológico. Isso é de extrema importância, pois os pacientes que fazem uso de quimioterápicos ficam com o sistema imunológico mais debilitado. Então uma doença periodontal, por exemplo, que estava lá crônica e a pessoa nem sabia que tinha, pode se agudizar e virar um grande problema", diz o doutor Bruno Puglisi.

Leia também: conheça os alimentos que fazem bem e mal aos dentes

Muitas vezes, o paciente em tratamento oncológico precisa tomar remédios para dor e antidepressivos. Alguns ainda tomam outros medicamentos porque possuem outras doenças associadas. Por conta disso, é extremamente comum surgir um quadro de boca seca. O meio bucal é concebido para estar úmido, não seco. Para aliviar esse sintoma, existem atualmente lubrificantes orais que servem tanto para repor quanto para melhorar a lubrificação da boca. A saliva não é só um lubrificante bucal, ela promove a auto-higiene dos dentes.

O paciente com boca seca tem mais placas bacterianas, que acumula mais agentes ofensivos e produz mais toxinas, aumentando o risco da mucosite que são  feridas muito doloridas que interferem na alimentação e podem causar a desnutrição do paciente podendo provocar até mesmo a interrupção do tratamento oncológico

É importante destacar que é possível prevenir e controlar estes problemas através da manutenção rigorosa da higiene bucal. Além disso, o paciente precisa de cuidado odontológico antes, durante e após as terapias para o câncer.

Leia também: É importante visitar o dentista durante a gravidez, alerta doutor Bruno Puglisi

Consultas periódicas com o dentista são sempre fundamentais. No caso do paciente com câncer , essa necessidade se acentua ainda mais. Estas pessoas deverão receber cuidados odontológicos especiais por toda a vida.