Minha Saúde

enhanced by Google
 

Antioxidantes podem melhorar fertilidade masculina

Segundo pesquisa, substâncias atuariam no processo de estresse oxidativo dos espermatozóides

Reuters Health | 30/01/2011 08:06

Compartilhar:

Foto: Getty Images Ampliar

Fertilidade: pesquisa indica que antioxidantes podem ajudar

Nova pesquisa que reúne mais de 30 estudos aponta que casais que estão tentando ter um bebê podem se beneficiar de antioxidantes, como a vitamina E o zinco.

Os pesquisadores se concentraram em homens subférteis – que apresentam nível de fertilidade abaixo da média, mas que são ainda aptos à contracepção – e constataram que aqueles que tomavam antioxidantes apresentaram uma probabilidade 4 vezes maior de engravidar suas parceiras.

Entretanto, a equipe neozelandesa é cautelosa ao afirmar que os antioxidantes ajudam a melhorar a fertilidade. Pesquisas complementares serão necessárias para fazer tal afirmação.

A subfertilildade afeta um em cada 20 homens e é responsável pela metade das concepções tardias. Estima-se que até 80% dos casos seja proveniente dos efeitos do estresse oxidativo espermático, que reduz a quantidade e a qualidade dos espermatozoides.

O estresse oxidativo acontece quando moléculas conhecidas como radicais livres, subprodutos do metabolismo celular, danificam o DNA e a habilidade funcional das células. Os antioxidantes, como algumas vitaminas e nutrientes, ajudam a proteger as células ao estabilizar os radicais livres.

Este processo levou alguns especialistas a se perguntarem se os antioxidantes não ajudariam a manter a saúde do esperma.

“A suplementação oral com antioxidantes pode, de alguma forma, ajudar casais que estão tentando engravidar”, disse a pesquisadora Marian Showell, da Universidade de Auckland, em um email à Reuters Health.

Para verificar se as pesquisas realizadas até o momento sustentavam essa idéia, Showell e sua equipe revisaram 34 estudos envolvendo 3.000 casais sob tratamento de fertilidade, como inseminação in vitro e intrauterina – dois dos métodos mais utilizados atualmente para aumentar as chances de concepção quando existem questões relacionadas ao esperma. Cada estudo investigou a importância de um ou mais antioxidantes.

Com base em 96 gestações entre 964 casais participantes em 15 dos estudos, os pesquisadores constataram que o antioxidante usado pelo homem aumentou quatro vezes as chances de concepção.

Além disso, os homens que tomaram antioxidantes tiveram um aumento de cinco vezes na probabilidade de engravidar suas parceiras, relatou a equipe à Biblioteca Cochrane. Porém, apenas três dos estudos continha dados sobre os nascimentos.

“As descobertas sobre o aumento dos índices de nascimentos com o uso de antioxidantes são baseadas em um total de apenas 20 nascimentos – número relativamente pequeno”, disse o Dr. Mark Sigman, da Brown University, em um email à Reuters Health. O médico não participou do estudo.

Sigman, cujo estudo não encontrou melhoras na qualidade do sêmen com o uso antioxidante carnitina, adverte quanto à empolgação em relação aos resultados da pesquisa.

Ele ressaltou que os estudos incluídos na pesquisa não utilizaram os mesmos tipos e quantidades de antioxidantes. Como resultado disso, não foi possível determinar a eficácia de suplementos individualmente.

Além da suplementação, os antioxidantes podem ser encontrados em diversos alimentos – como o mirtilo, a couve, o tomate e o queijo mussarela.

* Por Lynne Peeples

    Notícias Relacionadas


    Ver de novo