Mude seus hábitos e conquiste uma vida mais saudável, com o corpo em forma

Quem abandona o sedentarismo e começa a se exercitar pode ganhar até 5 anos a mais de vida
Thinkstock/Getty Images
Quem abandona o sedentarismo e começa a se exercitar pode ganhar até 5 anos a mais de vida

Toda virada de ano é a mesma coisa: você traça muitos objetivos e entre eles sempre está na lista de resoluções cuidar melhor da saúde nos próximos 365 dias. Mas a agitada rotina, a falta de tempo e a grande demanda de compromissos quase sempre engolem a força de vontade e fazem os planos irem por água abaixo.

A missão de zelar pela própria saúde, no entanto, é muito mais viável do que se imagina. Basta mudar alguns hábitos e pronto, o corpo começa dar indícios de que tudo começa a ficar melhor. O resultado? Qualidade de vida, saúde em dia e você bem melhor do que o ano anterior. O iG Saúde consultou especialistas para saber quais são os gols que você pode marcar em favor da sua saúde. Anote as dicas e feliz 2014!

1. Nicotina zero
Tudo já foi falado a respeito dos malefícios do fumo. Ainda assim, existem aqueles que resistem ou não conseguem largar o vício. Segundo o médico esportivo e diretor da academia B-Active, em São Paulo, Benjamin Apter, o tabaco vicia por conter altas doses de nicotina, responsável por aumentar as doses de dopamina no organismo – provocando a sensação de prazer.

“Toda vez que os níveis de dopamina baixam, o organismo sente a necessidade de fumar novamente. Daí inicia-se o vício”, explica.

Os problemas provenientes do fumo de tabaco são diversos e graves: câncer de pulmão, bronquites, lesões pulmonares, infarto e tromboses.

“As toxinas existentes no cigarro alteram o DNA das células. A transformação é a principal causa de doenças como o câncer”, alerta o oncologista da Oncomed, de Belo Horizonte, Leandro Alves Gomes Ramos.

Isso sem contar outros males que se prejudicam o organismo de forma silenciosa, como a má circulação sanguínea e as alterações vasculares, que podem gerar até trombose.

A dependência psicológica do cigarro pode ser combatida entre 40 e 60 dias. A grande dificuldade está na dependência física, diretamente vinculada aos hábitos do dia a dia, como aquele famoso cigarrinho após uma refeição ou cafezinho.

A dica para quem deseja parar de fumar é diminuir gradativamente o número de cigarros até eliminar o fumo. É possível ver os resultados positivos em um mês, como a melhora da respiração e do paladar, da circulação sanguínea, além do hálito e da pele. Mas, um aviso: o corpo só vai reorganizar as anomalias causadas nas células pelo cigarro após 15 anos, em média, diz o oncologista. 

2. Corpo em movimento
Se a expectativa de vida está aumentando naturalmente, para quem pratica exercícios ela pode aumentar em cinco anos, segundo o presidente da Sociedade Brasileira do Exercício de Medicina do Exercício e do Esporte, José Kawazoe Lazzoli. E dar um chega para lá no sedentarismo pode ser mais fácil do que se imagina. Esqueça a idéia de que atividade física só serve se for dentro de uma academia ou na qualidade de um treino de atleta de maratona.

“Indico as substituições, como subir escadas no lugar de usar o elevador e ir à padaria a pé em vez de pegar o carro. Descer dois pontos de ônibus antes do destino final para caminhar um pouco mais e dar duas voltas no quarteirão do escritório ou de casa após o almoço são coisas possíveis de fazer ao longo do dia”, sugere o especialista.

Os benefícios imediatos são a melhora da disposição e do humor. Em um mês já é possível notar o fortalecimento muscular e mais condicionamento físico. Para quem deseja perder peso a sugestão é aliar os exercícios a uma alimentação equilibrada. “Em três meses pode-se conquistar um corpo mais enxuto”, salienta.

3. “Detox”
A automedicação é uma prática comum para combater dores e mal-estares que se apropriam do corpo. Mas cuidado: a prática oferece riscos à saúde.

“Se não forem indicados e ministrados de forma correta os remédios podem causar efeitos colaterais, entre alergia e aceleração dos batimentos cardíacos”, adverte o médico esportivo Benjamin Apter.

O segredo para evitar a necessidade do uso de medicamentos para muitas dores crônicas está na prática de exercícios. De acordo com o médico esportivo, atividades físicas regulares fazem com que o organismo produza a endorfina, hormônio responsável pelo relaxamento e pelo bem-estar. Ao adotar o novo hábito, o indivíduo em apenas uma semana já consegue sentir melhora no sono, diminuição de dores e mais disposição. Em médio prazo, cerca de dois meses, é possível até reduzir os níveis de colesterol no sangue e conquistar de uma composição corporal mais adequada.

4. Sorriso sadio
Muitos são os alimentos e hábitos que prejudicam a saúde bucal. O açúcar – juntamente com o cigarro – lidera o ranking e assume a posição de principal vilão dos dentes. O acúmulo de resíduos de doces na boca aliado à má escovação proporcionam um cenário mais do que perfeito para a proliferação de tártaro e cáries.

“Neste caso, o novo hábito a ser inserido na rotina é o cuidado com a escovação e a diminuição na ingestão de doces e gorduras”, indica o dentista Edmundo Souza Junior, de Brasília. Atenção também para alimentos que contêm grandes quantidades de pigmentos e corantes na composição como beterraba, café e sucos artificiais. Eles são fortes reagentes de tonalidade, dando um aspecto amarelado ao esmalte dos dentes.

Outros comportamentos também podem interferir na estética e saúde bucal, como roer unhas e colocar objetos na boca. “São hábitos que permitem a entrada de bactérias. Se houver alguma lesão há o risco de infecções”, ressalta o ortodontista Leandro Lukacsak, da Clínica Oralfix, em São Paulo.

5. Pele protegida
O uso do protetor solar é a regra básica para manter a saúde e a beleza da pele. E isso vale para o ano inteiro, mesmo durante o inverno. De acordo com a dermatologista Adriane Faria, da Paraná Clínica, em Curitiba, o uso regular do protetor solar previne o envelhecimento precoce e o câncer de pele. Inserir o hábito no dia a dia pode render outros bons resultados: rosto mais hidratado e sem linhas de expressões.

O cuidado, entretanto, não deve se limitar ao filtro solar. “A alimentação equilibrada combinada com a ingestão de mais de dois litros de água por dia também são responsáveis por uma pele mais saudável e jovem por mais tempo”, garante Adriane.

Para os fumantes, mais um aviso: o cigarro compromete a diminuição do colágeno, prejudicando a elasticidade e a renovação da pele. “A oferta reduzida de oxigênio faz com que as funções da pele também sejam diminuídas. A derme torna-se opaca e sem firmeza”, alerta a dermatologista especialista em medicina estética, de Brasília, Cristiane Braga Lopes Ferreira.

6. Check-up
Muitas doenças podem ser curadas mais facilmente com um diagnóstico precoce. E isso só será possível se você tiver o hábito de realizar com periodicidade um check-up.

“É importante ressaltar que muitas enfermidades e condições clínicas são silenciosas, não apresentam sintomas. A realização de exames médicos e uma avaliação do médico podem garantir a saúde em dia e evitar transtornos”, revela o José Kawazoe Lazzoli, presidente da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte.

7. Alimentação correta
Comer de três em três horas (em mádia), ter uma dieta balanceada com proteínas e carboidratos e evitar gorduras e açúcar em excesso não são suficientes para conquistar uma alimentação saudável. É preciso mais para obter qualidade de vida e bem-estar. Segundo José Kawazoe Lazzoli, o excesso de sódio contido em alimentos embutidos está sendo um dos maiores inimigos na hora de montar o prato.

“Usar em demasia é um fator de risco para a hipertensão arterial. Ela acomete quase 30% dos brasileiros e está diretamente associada ao aumento de risco cardíaco”, alerta Lazzoli.

A quantidade ideal e permitida do condimento são apenas quatro gramas por dia, não mais do que isso. Para mudar este quadro, aconselha-se substituir o sal por temperos que sejam amigos da saúde como alho, azeite e salsinha. E mais: além de ajudar a saúde do coração, evitar o uso de sal também é uma boa chance de reduzir a retenção de líquido no organismo. Uma ajuda mais do que indispensável para quem deseja perder alguns quilinhos no ano que se inicia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.