Minha Saúde

enhanced by Google
 

Aterosclerose

Compartilhar:
Conteúdo exclusivo para o iG no Brasil e usado pelos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos

Foto: ADAM

Visualização ampliada da aterosclerose

Definição

Aterosclerose é uma condição na qual há o acúmulo de material gorduroso nas paredes das artérias. Esse material gorduroso engrossa, endurece (forma depósitos de cálcio) e eventualmente pode bloquear as artérias.

A aterosclerose é um tipo de arteriosclerose. Os dois termos frequentemente são usados com o mesmo significado.

Nomes alternativos

Arteriosclerose; endurecimento das artérias; acúmulo de placas - artérias

 

Causas, incidência e fatores de risco

A aterosclerose é um distúrbio comum que afeta especificamente as artérias médias e grandes. Ela ocorre quando gordura, colesterol e outras substâncias se acumulam nas paredes das artérias e formam estruturas duras chamadas placas.

Foto: ADAM

Aterosclerose

Eventualmente, as placas podem deixar as artérias estreitas e menos flexíveis, dificultando o fluxo de sangue. Se as artérias coronárias se estreitarem, o fluxo de sangue para o coração pode ficar mais lento ou parar. Isso pode causar dor no peito (angina estável), deficiência respiratória, ataque cardíaco e outros sintomas.

Pedaços de placa podem se desprender e mover pela artéria afetada para vasos sanguíneos menores, bloqueando-os e causando dano ou morte do tecido (embolização). Esta é uma causa comum de ataque cardíaco e acidente vascular cerebral. Os coágulos de sangue também podem se formar ao redor de uma laceração (fissura) na placa, gerando um bloqueio do fluxo sanguíneo.

Se o coágulo se mover para uma artéria no coração, nos pulmões ou no cérebro, ele pode causar acidente vascular cerebral, ataque cardíaco ou embolia pulmonar. Em alguns casos, a placa aterosclerótica está associada a um enfraquecimento da parede de uma artéria, levando a um aneurisma.

Foto: ADAM

Produtores de colesterol

Os fatores de risco da aterosclerose incluem:

Sintomas

Geralmente, os sintomas não aparecem até o fluxo de sangue ficar restrito ou bloqueado.

Consulte a condição específica para obter mais detalhes sobre os sintomas:

Exames e testes

Um médico realizará um exame físico e auscultará o coração e os pulmões com um estetoscópio. A aterosclerose pode criar um som sibilante ou de sopro ("bruit") em uma artéria.

Foto: ADAM

Processo de desenvolvimento de aterosclerose

Os testes que podem ser usados para diagnosticar aterosclerose ou suas complicações incluem:

  • Índice tornozelo-braquial (ITB)
  • Arteriografia aórtica (angiografia aórtica)
  • Arteriografia
  • Teste de esforço cardíaco
  • Duplex de carótida
  • Angiografia das artérias coronárias
  • Tomografia computadorizada
  • Estudo Doppler
  • Arteriografia da extremidade
  • Ultrassom intravascular (USIV)
  • Arteriografia por ressonância magnética (ARM)
  • Arteriografia mesentérica
  • Angiografia pulmonar
  • Arteriografia renal

Acesse o guia de exames

Tratamento

Para ajudar a prevenir a aterosclerose ou suas complicações faça as seguintes mudanças no estilo de vida:

  • Evite comidas gordurosas. Ingira refeições bem balanceadas com baixo teor de gordura e colesterol. Inclua várias porções diárias de frutas e verduras. Adicionar peixe à sua dieta pelo menos duas vezes por semana pode ser útil. No entanto, não coma peixe frito.
  • Não beba mais que uma ou duas doses de bebida alcoólica por dia.
  • Faça exercícios físicos regulares por 30 minutos diariamente se você não tiver excesso de peso e por 60 a 90 minutos por dia se você tiver excesso de peso.

Verifique sua pressão arterial a cada 1 ou 2 anos, especialmente se houver casos de hipertensão em sua família. Verifique sua pressão arterial com mais frequência se tiver pressão arterial alta, doença cardíaca ou se tiver tido um derrame.

Foto: ADAM

Prevenção de doença cardíaca

Converse com seu médico sobre a frequência com que você deve verificar sua pressão. As recomendações específicas dependem da sua idade e das leituras de pressão arterial.

  • Todos deveriam manter a pressão arterial abaixo de 140/90 mmHg
  • Se você tem diabetes, doença renal ou teve um derrame ou ataque cardíaco, sua pressão arterial provavelmente deve estar abaixo de 130/80 mm/Hg. Pergunte a seu médico como deveria estar a sua pressão arterial.

Verifique seu colesterol e faça tratamento se ele estiver alto. Adultos devem verificar seu colesterol a cada 5 anos.

Seu médico pode indicar ácido acetilsalicílico ou outro medicamento chamado clopidogrel para ajudar a impedir que coágulos de sangue se formem em suas artérias. Esses medicamentos são chamados de drogas antiplaquetárias. NÃO tome aspirina sem primeiro consultar seu médico.

Converse com seu médico sobre a segurança da terapia de reposição hormonal na menopausa.

As diretrizes não recomendam mais o uso de vitaminas E ou C, antioxidantes ou ácido fólico para prevenir a doença cardíaca.

Várias cirurgias são realizadas para ajudar a prevenir as complicações da aterosclerose. Algumas delas são:

  • Angioplastia e stent - coração - descarga
  • Angioplastia e substituição de stent - artérias periféricas
  • Reparo de aneurisma da aorta abdominal - aberto
  • Cirurgia de bypass da artéria coronária
  • Cirurgia da artéria carótida
  • Cirurgia cardíaca minimamente invasiva

Evolução (prognóstico)

Todos começam a desenvolver alguma quantidade de aterosclerose à medida que envelhecem. Em algumas pessoas, a condição pode causar complicações como um ataque cardíaco.

Ligando para o médico

Marque uma consulta com seu médico se estiver em risco de ter aterosclerose, especialmente se você tiver sintomas.

Fale com seu médico antes de iniciar um novo plano de exercícios, especialmente se você já foi diagnosticado com doença cardíaca coronária ou já teve um ataque cardíaco.

Guia de emergência: O que fazer em situação de parada cardíaca

Referências

 

Gennest J, Libby P. Lipoprotein disorders and cardiovascular disease. In: Bonow RO, Mann DL, Zipes DP, Libby P, eds. Braunwald's Heart Disease: A Textbook of Cardiovascular Medicine. 9th ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier; 2011:chap 47.

 

Libby P. The vascular biology of atherosclerosis. In: Bonow RO, Mann DL, Zipes DP, Libby P, eds. Braunwald's Heart Disease: A Textbook of Cardiovascular Medicine. 9th ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier; 2011:chap 43.

Atualizado em 20/5/2011, por: David C. Dugdale, III, MD, Professor of Medicine, Division of General Medicine, Department of Medicine, University of Washington School of Medicine. Also reviewed by David Zieve, MD, MHA, Medical Director, A.D.A.M., Inc.

 

Todas as doenças

A A.D.A.M., Inc. é reconhecida pela URAC, também chamada de American Accreditation HealthCare Commission (Comissão de Reconhecimento de Cuidados de Saúde) – www.urac.org. O programa de reconhecimento da URAC é uma auditoria independente com o objetivo de verificar se a A.D.A.M. segue padrões rigorosos de qualidade e responsabilidade. A A.D.A.M. está entre as primeiras empresas a conquistar essa importante distinção para informações e serviços de saúde on-line. Saiba mais sobre a política editorial, o processo editorial e a política de privacidade da A.D.A.M. A empresa é também um membro fundador da Hi-Ethics e segue os princípios da Health on the Net Foundation (Fundação da Saúde na Internet) – www.hon.ch.

As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- 2011 A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.

Ver de novo