Minha Saúde

enhanced by Google
 

Eczema atópico

Compartilhar:
Conteúdo exclusivo para o iG no Brasil e usado pelos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos

Definição

O eczema é uma doença de pele crônica que apresenta erupções que coçam e escamam, além de bolhas, vazamento ou descamação. O eczema atópico é o tipo mais comum.

O termo "dermatite" descreve uma resposta inflamatória da pele causada por contato com alérgenos ou irritantes, exposição à luz do sol, circulação ruim ou mesmo estresse.

Foto: ADAM

Dermatite atópica

Um exemplo de dermatite atópica é o eczema, uma erupção com coceira que produz vermelhidão, bolhas e descamação. EVITE COÇAR. Coçar a erupção pode espalhar a inflamação, levar à infecção e inclusive deixar cicatrizes.

Consulte também:

 As pessoas com dermatite atópica geralmente apresentam espessamento da pele nas palmas das mãos e nas solas dos pés, com um aumento no número de linhas na pele (hiperlinearidade). Essa característica está intimamente associada à predisposição genética (atopia). 

Nomes alternativos

Eczema infantil; dermatite atópica; dermatite - atópica; eczema - atópico

Causas, incidência e fatores de risco

O eczema atópico é resultado de uma reação hipersensível (semelhante a uma alergia) na pele que causa inflamação prolongada.

O eczema é mais comum em bebês. Muitas pessoas se livram do eczema no início da vida adulta. A doença tende a ser genética.

Geralmente, pessoas com eczema apresentam um histórico familiar de doenças alérgicas, como asma, febre do feno ou eczema.

Foto: ADAM

Esta visualização mostra as manchas escamosas (placas) vermelhas (eritematosas) características da dermatite atópica

Entre os fatores que podem piorar os sintomas do eczema estão:

  • Alergias a pólen, mofo, ácaros ou animais
  • Gripe ou resfriado
  • Contato com materiais ásperos
  • Pele seca
  • Exposição a irritantes ambientais
  • Exposição a água
  • Sensação de muito quente ou muito frio
  • Fragrâncias ou corantes adicionados a loções ou sabonetes
  • Estresse

Sintomas

Entre as possíveis alterações típicas da pele estão:

  • Bolhas que vazam e encrostam
  • Secreção ou sangramento da orelha
  • Áreas esfoladas da pele causadas por coceira
  • Alterações na cor da pele; a pele fica mais clara ou escura que o seu tom normal (Consulte: Pele anormalmente clara ou escura)
  • Vermelhidão ou inflamação da pele ao redor das bolhas
  • Áreas espessas ou parecidas com couro, chamadas de liquenificação, que podem ocorrer após irritação e coceira prolongadas

O tipo de erupção e o local em que ela ocorre podem depender da idade do paciente:

  • Em crianças com menos de dois anos, as lesões na pele começam no rosto, no couro cabeludo, nas mãos e nos pés. Em geral, é uma erupção que apresenta crostas, bolhas ou vazamentos.
  • Em crianças mais velhas e adultos, a erupção é vista com mais frequência na parte interna dos joelhos e cotovelos, além de aparecer no pescoço, mãos e pés.
  • Durante um ataque grave, as erupções podem ocorrer em qualquer parte do corpo.

A coceira, que é por vezes intensa, quase sempre ocorre. Ela pode começar antes mesmo do aparecimento da erupção.

Exames e testes

O diagnóstico é principalmente baseado nos seguintes fatores:

  • Aparência da pele
  • Histórico pessoal e familiar

O médico examina as lesões para descartar outras causas possíveis. Uma biópsia da lesão na pele pode ser realizada, mas nem sempre é necessária para fazer o diagnóstico.

Os testes de alergia de pele podem ser úteis para pessoas com:

  • Eczemas difíceis de tratar
  • Outros sintomas de alergia 

Tratamento

CUIDADOS CASEIROS

Cuidar da sua pele em casa pode diminuir a necessidade de medicamentos.

Evite coçar a erupção ou a pele se puder:

  • Alivie a coceira usando compressas frias e tomando anti-histamínicos para reduzir a coceira grave.
  • Mantenha as unhas das crianças curtas. Pense na possibilidade de usar luvas leves se a coceira durante a noite for um problema.

Mantenha sua pele hidratada (com óleos ou cremes hidratantes). Use pomadas (como vaselina), cremes ou loções de duas a três vezes ao dia. Os hidratantes não devem ter álcool, perfumes, fragrâncias, corantes ou outras substâncias químicas.

Evite agentes que agravem seus sintomas. Isso pode incluir:

  • Alimentos derivados do leite, amendoim, ovos ou trigo (sempre converse com seu médico antes)
  • Irritantes, como lã e lanolina
  • Sabonetes ou detergentes fortes, bem como produtos químicos e solventes
  • Alterações súbitas na temperatura corporal e estresse, que podem causar suor e piorar a situação
  • Desencadeadores que causam sintomas alérgicos

Ao se lavar ou tomar banho:

  • Mantenha o contato com a água o mais breve possível e use menos sabonete que o normal. Banhos curtos e frios são melhores que banhos longos e quentes.
  • Não esfregue ou seque a pele com muita força ou por muito tempo.
  • Após o banho, é importante aplicar cremes, loções ou pomadas hidratantes na pele enquanto ela estiver úmida. Isso ajuda a reter a umidade na pele.

MEDICAMENTOS

Os anti-histamínicos tomados por via oral podem ajudar com a coceira com alguma alergia que você tenha. Normalmente, eles podem ser comprados sem receita médica.

  • Alguns anti-histamínicos podem causar sonolência, mas ajudam a diminuir a coceira durante o sono.
  • Os anti-histamínicos mais novos causam pouca ou nenhuma sonolência. Alguns deles estão disponíveis sem receita médica. Esses medicamentos contêm fexofenadina (Allegra), loratadina (Claritin, Alavert) e cetirizina (Zyrtec).

A maioria das causas do eczema atópico são tratadas com medicamentos colocados diretamente sobre a pele ou no couro cabeludo (chamados de medicamentos tópicos).

  • A princípio, é provável que um creme ou uma pomada suave de cortisona (ou esteroide) sejam receitados. Se esses não surtirem efeito, você poderá precisar de um medicamento esteroide mais potente. Talvez sejam necessárias diferentes doses de esteroide para diferentes áreas da pele.
  • Medicamentos chamados de imunomoduladores tópicos (IMT) podem ser prescritos para pessoas acima de dois anos. Exemplos de imunomoduladores tópicos são o tacrolimo (Protopic) e o pimecrolimo (Elidel). Tire suas dúvidas com o médico sobre um possível risco de câncer associado ao uso desses medicamentos.
  • Cremes ou pomadas que contêm alcatrão de carvão ou antralina podem ser usados em áreas espessas.

Outros medicamentos que podem ser usados:

  • Corticosteroides orais ou injetáveis quando o eczema for grave
  • Cremes ou comprimidos antibióticos se a pele estiver infeccionada
  • Injeções contra alergia (imunoterapia)

Evolução (prognóstico)

O eczema é uma doença crônica, mas é possível controlá-lo com tratamento, evitando os irritantes e mantendo a pele bem hidratada.

Em crianças, ele geralmente começa a desaparecer por volta dos 5 ou 6 anos, mas os ataques ocorrerão com frequência. Em adultos, ele geralmente é uma doença prolongada ou recorrente.

As pessoas com eczema tendem a apresentar pele seca com mais ataques no inverno, quando o ar é gelado e seco.

 

Complicações 

  • Infecções na pele causadas por bactérias, fungos ou vírus
  • Cicatrizes permanentes

Ligando para o médico

Marque uma consulta com seu médico se:

  • Aplicar hidratante e evitar os alérgenos não estiver dando resultado
  • Os sintomas piorarem ou o tratamento for ineficaz
  • Você apresentar sinais de infecção (como febre, vermelhidão, dor)

Prevenção

Pesquisas mostram que as crianças alimentadas com leite materno têm menos chances de desenvolver eczema. A probabilidade também é menor quando a mãe que amamenta evitou leite de vaca na sua dieta. Outras restrições alimentares podem incluir ovos, peixe, amendoim e soja.

Normalmente, o eczema é genético. Controlar o estresse, o nervosismo, a ansiedade e a depressão pode ajudar em alguns casos. Manter a pele bem hidratada e evitar os irritantes é importante.

Faça o teste no iG Saúde: Qual o seu grau de ansiedade?

Referências

Excema and Hand Dermatitis. In: Habif TP, ed. Clinical Dermatology. 4th ed. St. Louis, Mo: Mosby; 2004:chap 3.

Lewis-Jones S, Mugglestone MA; Guideline Development Group. Management of atopic eczema in children aged up to 12 years: summary of NICE guidance. BMJ. 2007;335:1263-1264.

Ascroft DM, Chen LC, Garside R, Stein K, Williams HC. Topical pimecrolimus for eczema. Cochrane Database Syst Rev. 2007 Oct 17;(4):CD005500.

Bath-Hextall FJ, Delamere FM, Williams HC. Dietary exclusions for established atopic eczema. Cochrane Database Syst Rev. 2008 Jan 23;(1):CD005203.

Atualizado em 10/10/2010, por: Linda J. Vorvick, MD, Medical Director, MEDEX Northwest Division of Physician Assistant Studies, University of Washington School of Medicine. Also reviewed by Kevin Berman, MD, PhD, Atlanta Center for Dermatologic Disease, Atlanta, GA. Also reviewed by David Zieve, MD, MHA, Medical Director, A.D.A.M., Inc.

Todas as doenças

A A.D.A.M., Inc. é reconhecida pela URAC, também chamada de American Accreditation HealthCare Commission (Comissão de Reconhecimento de Cuidados de Saúde) – www.urac.org. O programa de reconhecimento da URAC é uma auditoria independente com o objetivo de verificar se a A.D.A.M. segue padrões rigorosos de qualidade e responsabilidade. A A.D.A.M. está entre as primeiras empresas a conquistar essa importante distinção para informações e serviços de saúde on-line. Saiba mais sobre a política editorial, o processo editorial e a política de privacidade da A.D.A.M. A empresa é também um membro fundador da Hi-Ethics e segue os princípios da Health on the Net Foundation (Fundação da Saúde na Internet) – www.hon.ch.

As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- 2011 A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.

Ver de novo