Minha Saúde

enhanced by Google
 

Infecção do trato urinário – adultos

Compartilhar:
Conteúdo exclusivo para o iG no Brasil e usado pelos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos

Foto: ADAM

Cateterização da bexiga, mulheres

Definição

A infecção do trato urinário (ITU) pode acontecer em qualquer parte do trato urinário. As infecções do trato urinário têm nomes diferentes de acordo com a parte do trato urinário infectada.

  • Bexiga – uma infecção na bexiga também é chamada de cistite ou infecção da bexiga
  • Rins – uma infecção de um ou de ambos os rins é chamada de pielonefrite ou infecção renal
  • Ureteres – os tubos que levam a urina de cada um dos rins até a bexiga raramente são um lugar de infecção
  • Uretra – uma infecção do tubo que drena a urina da bexiga para fora do corpo é chamada de uretrite

O catéter (um tubo oco, geralmente com um balão inflável na ponta) pode ser inserido na bexiga urinária em casos de obstrução urinária, após procedimentos cirúrgicos na uretra, em pacientes inconscientes (devido à anestesia cirúrgica, coma etc.) ou qualquer outro problema em que a bexiga precise ser mantida vazia (descomprimida) e o fluxo urinário garantido.

Causas, incidência e fatores de risco

As infecções do trato urinário são causadas por germes, em geral bactérias que entram pela uretra e chegam até a bexiga. Isso pode levar a uma infecção, mais comumente na própria bexiga, que pode se propagar até os rins.

Na maioria das vezes, o corpo consegue eliminar as bactérias. Porém, algumas doenças podem aumentar o risco de ITUs.

As mulheres tendem a ter infecções mais frequentes porque sua uretra é mais curta e mais próxima ao ânus que a dos homens. Por causa disso, as mulheres têm maior probabilidade de ter infecções depois da atividade sexual ou ao usar um diafragma como contraceptivo. A menopausa também aumenta o risco de uma ITU.

Os itens a seguir também aumentam a probabilidade de se desenvolver uma ITU:

  • Diabetes
  • Idade avançada (principalmente para pessoas em asilos)
  • Problemas para esvaziar a bexiga (retenção urinária) devido a distúrbios cerebrais ou nervosos
  • Um cateter urinário inserido em seu trato urinário
  • Incontinência fecal
  • Próstata aumentada, estreitamento de uretra ou qualquer coisa que bloqueie o fluxo da urina
  • Cálculos renais
  • Permanecer imóvel por um longo período (por exemplo, ao recuperar-se de uma fratura de quadril)
  • Gravidez

Sintomas

Entre os sintomas de infecção na bexiga estão:

  • Urina turva ou com sangue, o que pode causar um cheiro forte ou desagradável
  • Febre baixa (nem todos têm febre)
  • Dor ou ardor ao urinar
  • Pressão ou cólica no baixo abdome (em geral, no centro) ou nas costas
  • Forte necessidade de urinar com frequência, mesmo logo depois de esvaziar a bexiga

Se a infecção se propaga para os rins, os sintomas podem incluir:

  • Calafrios e tremores ou suores noturnos
  • Fadiga e mal-estar geral
  • Febre acima de 38 graus Celcius
  • Dor inguinal, nos flancos e nas costas
  • Pele avermelhada ou quente
  • Alterações mentais ou confusão (em idosos, esses sintomas frequentemente são os únicos sinais de uma ITU)
  • Náuseas e vômitos
  • Dor abdominal severa (às vezes)

Foto: ADAM

Trato urinário feminino

O trato urinário feminino e o masculino praticamente iguais, exceto pelo comprimento da uretra.

Exames e testes

Geralmente, é coletada uma mostra de urina para realizar os seguintes testes:

  • A urinálise é feita para detectar, na urina, glóbulos brancos, glóbulos vermelhos, bactérias e certos químicos, como nitritos. Na maior parte do tempo, o médico ou enfermeiro pode diagnosticar uma infecção usando a urinálise.
  • Urocultura – uma amostra limpa pode ser coletada para identificar a bactéria na urina de modo a garantir que o antibiótico correto seja usado no tratamento.

Também podem ser feitos um hemograma completo e uma hemocultura.

Os seguintes exames podem ser realizados para ajudar a descartar problemas em seu sistema urinário que podem levar a infecções ou dificultar o tratamento de uma ITU:

Tratamento

Seu médico deve saber primeiro se você tem uma infecção branda ou simples de bexiga ou rim, ou se sua infecção é mais séria.

INFECÇÕES BRANDAS DE BEXIGA E RINS

Os antibióticos orais são recomendados porque há um risco de que a infecção se propague para os rins.

  • Para uma infecção simples de bexiga, recomendam-se antibióticos por três dias para as mulheres e de sete a 14 dias para os homens. Para uma infecção de bexiga com complicações como gravidez ou diabetes, ou uma infecção renal branda, recomendam-se antibióticos de sete a 14 dias.
  • É importante terminar todo o tratamento com antibiótico, mesmo que você se sinta melhor. As pessoas que não tomam os antibióticos até o fim podem desenvolver uma infecção mais difícil de tratar.

Os antibióticos usados normalmente incluem: trimetoprima-sulfametoxazol, amoxicilina, Augmentin, doxiciclina e fluoroquinolonas. O médico perguntará se existe a possibilidade de que você esteja grávida.

Ele também recomendará drogas para aliviar o ardor e a urgência de urinar. O cloridrato de fenazopiridina é a droga mais comum desse tipo. Mesmo assim, será necessário tomar antibióticos.

As pessoas com uma infecção de bexiga ou rins devem tomar muita água.

Algumas mulheres têm infecções de bexiga recorrentes ou repetitivas. O médico pode sugerir diferentes maneiras de tratá-las.

  • Tomar uma dose única de um antibiótico após o contato sexual pode prevenir essas infecções, que ocorrem depois da atividade sexual.
  • Pode funcionar para algumas mulheres ter em casa antibióticos de três dias de tratamento para usar contra infecções diagnosticadas com base em seus sintomas.
  • Algumas mulheres também podem tentar tomar uma dose única diária de antibiótico para prevenir infecções.

INFECÇÕES RENAIS MAIS GRAVES

Se você estiver muito doente e não conseguir tomar medicamentos orais ou beber líquidos suficientes, poderá ser internado no hospital. Você também poderá ser internado se:

  • For idoso
  • Tiver cálculos renais ou alterações na anatomia de seu trato urinário
  • Tiver sido submetido recentemente a uma cirurgia do trato urinário
  • Tiver câncer, diabetes, esclerose múltipla, lesão na medula espinhal ou outros problemas médicos
  • Estiver grávida e tiver febre ou estiver doente

No hospital, você receberá líquido e antibióticos intravenosos.

Algumas pessoas têm infecções do trato urinário recorrentes ou que não se curam com o tratamento. Essas infecções são chamadas de ITUs crônicas. Se você tiver uma ITU crônica, poderá necessitar antibióticos por um longo período, talvez de seis meses a dois anos. Também poderão ser receitados antibióticos mais fortes.

Se um problema estrutural (anatômico) estiver causando a infecção, a cirurgia poderá ser recomendada.

Evolução (prognóstico)

Uma infecção do trato urinário é incômoda, mas o tratamento é, geralmente, bem-sucedido. Em geral, os sintomas de uma infecção de bexiga desaparecem de 24 a 48 horas após o começo do tratamento. Se você tiver uma infecção renal, poderá demorar uma semana ou mais para que os sintomas desapareçam.

Complicações

  • O risco de infecção do sangue com risco de vida (sepse) é maior para crianças, adultos muito idosos e aqueles cujos organismos não conseguem lutar contra as infecções (por exemplo, devido ao HIV ou à quimioterapia para o câncer)
  • Danos ou cicatrizes no rim
  • Infecção renal

Ligando para o médico

Consulte um profissional da área da saúde se tiver sintomas de ITU. Entre em contato imediatamente se apresentar os seguintes sintomas:

  • Dor lateral ou nas costas
  • Calafrios
  • Febre
  • Vômitos

Esses podem ser os sinais de uma infecção renal.

Também entre em contato se já tiver sido diagnosticado com uma ITU e os sintomas voltarem logo após o tratamento com antibióticos.

Prevenção

Alterações no estilo de vida podem ajudar a prevenir as ITUs.

Depois da menopausa, a mulher pode usar uma pomada de estrogênio na região da vagina para reduzir a probabilidade de novas infecções.

BANHOS E HIGIENE

  • Use absorventes externos em vez de internos, pois alguns médicos acreditam que isso aumente a probabilidade de infecções. Troque de absorvente cada vez que for ao banheiro.
  • Não use ducha nem sprays ou pó para a higiene feminina. Como regra geral, não utilize nenhum produto que contenha perfumes na área genital.
  • Use o chuveiro e não a banheira. Evite óleos de banho.
  • Mantenha limpa a zona genital. Limpe a zona genital e anal antes e depois da atividade sexual.
  • Urine antes e depois da atividade sexual.
  • Limpe-se de frente para trás depois de usar o banheiro.

ROUPAS

  • Evite usar calças muito apertadas.
  • Use calcinha e meia calça de algodão e troque-as, pelo menos, uma vez por dia.

DIETA

  • Beba bastante líquido (de 2 a 4 litros por dia).
  • Beba suco de mirtilo ou tome pílulas de mirtilo, mas NÃO se você tiver um histórico pessoal ou familiar de cálculos renais.
  • NÃO beba líquidos que irritam a bexiga, como álcool ou cafeína.

Referências

Lin K, Fajardo K; U.S. Preventive Services Task Force. Screening for asymptomatic bacteriuria in adults: evidence for the U.S. Preventive Services Task Force reaffirmation recommendation statement. Ann Intern Med. 2008 Jul 1;149(1):W20-4.

Norrby SR. Approach to the patient with urinary tract infection. In: Goldman L, Ausiello D, eds. Cecil Medicine. 23rd ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier; 2007:chap.306

Foster RT Sr. Uncomplicated urinary tract infections in women. Obstet Gynecol Clin North Am. 2008 Jun;35(2):235-48, viii.

Pohl A. Modes of administration of antibiotics for symptomatic severe urinary tract infections. Cochrane Database Syst Rev. 2007 Oct 17;(4):CD003237.

Nicolle LE. Uncomplicated urinary tract infection in adults including uncomplicated pyelonephritis. Urologic Clinics of North America. 2008 Feb:35(1).

Todas as doenças
Ver de novo