Minha Saúde

enhanced by Google
 

Psoríase

Compartilhar:
Conteúdo exclusivo para o iG no Brasil e usado pelos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos

Definição

A psoríase é uma doença comum da pele que causa vermelhidão e irritação. A maioria das pessoas com psoríase tem a pele vermelha e grossa com placas escamosas branco-prateadas.

Nomes alternativos

Psoríase em placas

Causas, incidência e fatores de risco

A psoríase é uma doença muito comum. A doença pode afetar pessoas de qualquer idade, mas aparece mais frequentemente entre os 15 e os 35 anos. Ela pode aparecer de repente ou gradualmente. Em muitos casos, a psoríase aparece e desaparece repetidas vezes com o tempo. A doença não é contagiosa.

A psoríase parece ser hereditária. Isso significa que é passada para as próximas gerações de uma família. Os médicos acreditam que ela ocorre quando o sistema imunológico do organismo confunde células saudáveis com substâncias perigosas. Consulte também: Resposta inflamatória

As células da pele crescem em camadas profundas e normalmente vêm à superfície cerca de uma vez ao mês. Em pessoas com psoríase, esse processo é rápido demais, e as células mortas se acumulam na superfície da pele.

A seguir, fatores que podem desencadear um ataque de psoríase ou tornar a doença mais difícil de tratar:

  • Infecções bacterianas ou virais, incluindo infecções de garganta e do trato respiratório superior por estreptococos
  • Ar seco ou pele seca
  • Lesões na pele como cortes, queimaduras e picadas de insetos
  • Alguns remédios como os antimaláricos, bloqueadores beta e lítio
  • Estresse
  • Falta de luz solar
  • Excesso de luz solar (queimadura solar)
  • Excesso de álcool

Em geral, a psoríase pode ser grave em pessoas com uma sistema imunológico debilitado. Isso inclui pessoas que têm:

Até 30% das pessoas com psoríase podem ter artrite, uma doença conhecida como artrite psoriática. A psoríase também pode afetar as unhas. Cerca de 10% das pessoas com psoríase têm alterações visíveis nas unhas.

Sintomas

As pessoas com psoríase têm placas de pele irritada. A vermelhidão é vista com frequência nos cotovelos, joelhos e tronco, mas também pode aparecer em qualquer parte do corpo. Por exemplo, podem existir placas escamosas no couro cabeludo.

Foto: ADAM

Esta é a imagem de um caso típico de psoríase, com pequenas lesões nas articulações dos dedos. Observe as alterações nas unhas

As placas ou manchas podem ser:

  • Secas e cobertas por pele escamosa e prateada
  • Cor rosa-avermelhada (salmão)
  • Elevada e grossa

Outros sintomas podem incluir:

  • Lesões genitais em homens
  • Dor nas articulações (artrite psoriática)
  • Alterações nas unhas, inclusive engrossamento, pontos marrom-amarelados, marcas na superfície das unhas e separação da unha de sua base
  • Caspa severa no couro cabeludo

A psoríase pode afetar toda e qualquer parte da pele. Existem cinco tipos principais de psoríase:

  • Eritrodérmica – a vermelhidão da pele é muito intensa e cobre uma grande área.
  • Gutata – pequenos pontos rosa-avermelhados aparecem na pele.
  • Inversa – a vermelhidão e irritação da pele ocorrem nas axilas, virilhas e onde há pele superposta.
  • Em placas – placas grossas e vermelhas de pele coberta de escamas branco-prateadas. Esse é o tipo mais comum de psoríase.
  • Pustular – bolhas brancas rodeadas de pele vermelha e irritada.

Exames e testes

O médico examinará sua pele. O diagnóstico normalmente se baseia na aparência da pele. Algumas vezes, é feita uma biópsia da pele para excluir outras doenças possíveis. Se houver dor nas articulações, o médico pode pedir raio X.

Tratamento

O objetivo do tratamento é controlar os sintomas e prevenir infecções.

Em geral, três opções de tratamento são usadas para pacientes com psoríase:

  • Medicamentos tópicos como loções, unguentos, cremes e xampus
  • Medicamentos para o corpo inteiro (sistêmicos), que são pílulas ou injeções que afetam o corpo inteiro, não somente a pele
  • Fototerapia, que usa a luz para tratar a psoríase

A maioria dos casos de psoríase é tratada com medicamentos colocados diretamente sobre a pele ou o couro cabeludo:

  • Cremes ou unguentos com cortisona
  • Cremes ou unguentos que contêm alcatrão de carvão ou antralina
  • Cremes para remover a escamação (normalmente ácido salicílico ou ácido lático)
  • Xampus para a caspa (de venda livre ou com receita)
  • Hidratantes
  • Medicamentos com receita que contenham vitamina D ou vitamina A (retinoides)

Se você tiver uma infecção, seu médico prescreverá um antibiótico.

Você pode experimentar as seguintes técnicas de cuidados em casa:

  • Banhos de aveia podem ser suavizantes e podem ajudar a soltar as escamações. Você pode usar produtos para banho de aveia de venda livre. Ou também, você pode colocar uma xícara de aveia em uma banheira de água quente.
  • A luz do sol pode ajudar a fazer desaparecer os sintomas. Tenha cuidado para não se queimar.
  • Técnicas de relaxamento e antiestresse podem ser úteis. Entretanto, a ligação entre o estresse e os sintomas de psoríase não é bem compreendida.

Algumas pessoas podem optar pela fototerapia. A fototerapia é um procedimento médico no qual a sua pele é cuidadosamente exposta à luz ultravioleta. A fototerapia pode ser realizada sozinha ou após a ingestão de um medicamento que faz a pele ficar sensível à luz. A fototerapia para psoríase pode ser aplicada com luz ultravioleta A (UVA) ou ultravioleta B (UVB).

As pessoas com psoríase muito grave podem receber medicamentos para suprimir a resposta do sistema imunológico. Esses medicamentos incluem o metotrexato ou a ciclosporina. As pessoas que sofrem de artrite psoriática também podem receber essas drogas.

Novas drogas, chamadas de drogas biológicas, atacam especificamente a resposta imunológica do organismo, considerado como tendo um papel importante na psoríase. Essas drogas são utilizadas quando outros tratamentos não funcionam.

As drogas biológicas aprovadas para o tratamento da psoríase incluem:

  • Adalimumabe
  • Alefacept
  • Etanercepte
  • Infliximab
  • Stelara

Expectativas (prognóstico)

A psoríase é uma doença para a vida toda que pode ser controlada com tratamento. Ela pode desaparecer por algum tempo e depois voltar. Com o tratamento apropriado, ela normalmente não afeta a condição física em geral.

Complicações

  • Dor
  • Prurido severo
  • Infecções cutâneas secundárias
  • Efeitos colaterais de medicamentos usados para tratar a psoríase

Ligando para o médico

Consulte um médico se você tiver sintomas de psoríase ou se a irritação da pele continuar apesar do tratamento.

Informe seu médico se tiver dor nas articulações ou febre juntamente com os sintomas de psoríase.

Se tiver sintomas de artrite, informe seu dermatologista ou reumatologista.

Vá para o pronto-socorro ou ligue para o número local de emergência (como 192) se tiver um ataque grave que cubra todo ou quase todo o corpo.

Prevenção

Não há uma maneira conhecida de prevenir a psoríase. Manter a pele limpa e hidratada e evitar os desencadeadores específicos de psoríase pode ajudar a reduzir o número de manifestações.

Os médicos recomendam banhos diários para as pessoas com psoríase. Evite esfregar a pele com muita força, porque isso pode irritar a pele e desencadear um ataque.

Referências

Menter A, Gottlieb A, Feldman SR, Voorhees ASV, Leonardi CL, Gordon KB, et al. Guidelines for the management of psoriasis and psoriatic arthritis. J Am Acad Dermatol. 2008;5:826-850.

Stern RS. Psoralen and ultraviolet a light therapy for psoriasis. N Engl J Med. 2007;357(7):682-690.

Todas as doenças
Ver de novo