Minha Saúde

enhanced by Google
 

Zumbido

Compartilhar:
Conteúdo exclusivo para o iG no Brasil e usado pelos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos

Definição

O tinnitus (zumbido) é o termo médico para ruídos nos ouvidos quando não há fonte externa de sons.

Os ruídos ouvidos podem ser altos ou baixos. Eles podem ter som de campainha, sopro, rugido, zunido, assobio, sussurro ou chiado. Você pode chegar a pensar que está ouvindo o vento, água corrente, o interior de uma concha ou notas musicais.

Nomes alternativos

Zumbido nos ouvidos; ruídos ou zunido nos ouvidos; zunido no ouvido

Considerações

O tinnitus é comum. A maioria das pessoas apresenta alguma forma de tinnitus moderado, de vez em quando, que dura apenas alguns minutos. No entanto, o tinnitus constante ou recorrente causa estresse e pode interferir na sua capacidade de se concentrar ou dormir.

Causas comuns

Ainda não foi determinado ao certo o que faz com que uma pessoa ouça sons sem que haja uma fonte sonora externa.

No entanto, o tinnitus pode ser um sintoma da maioria dos problemas de ouvido, incluindo:

  • Infecções no ouvido
  • Corpos estranhos ou cera no ouvido
  • Lesão causada por som alto
  • Síndrome de Ménière – uma doença no ouvindo interno que envolve perda de audição e tontura

Foto: ADAM

A orelha consiste em estruturas externa, média e interna. O tímpano e os três pequenos ossos conduzem o som do tímpano à cóclea

Álcool, cafeína, antibióticos, aspirina e outros medicamentos também podem causar ruídos na audição.

O tinnitus pode ocorrer juntamente com a perda de audição. Em alguns casos, é um sinal de pressão sanguínea alta, alergia ou anemia.

Em raras ocasiões, o tinnitus é o sinal de algum problema sério, como um tumor ou um aneurisma.

Cuidados em casa

O tinnitus pode ser abafado por sons usuais:

  • Uma música tocando baixo, o tique-taque de relógios ou outros ruídos podem fazer com que você não perceba o tinnitus
  • O tinnitus é geralmente mais evidenciado à noite, quando você está na cama, porque os ruídos do ambiente são mais baixos. Qualquer som no ambiente, como um umidificador, o ruído baixo de um aparelho ligado ou uma lavadora de louça, podem ajudar a abafar o tinnitus, tornando-o menos incômodo

Lidando com o problema

  • Aprenda novas formas de relaxar. O estresse não causa tinnitus, mas a sensação de estresse ou ansiedade pode piorá-lo
  • Evite a cafeína, o álcool e o cigarro
  • Descanse o suficiente. Tente dormir com a cabeça apoiada em uma posição elevada. Esse procedimento diminui a congestão na cabeça, e os ruídos podem se tornar menos audíveis
  • Proteja seus ouvidos e sua audição de possíveis lesões. Evite lugares barulhentos e som alto. Use protetores auriculares, se for necessário

Quando ligar para o médico

Ligue para o médico se:

  • Você começar a ouvir ruídos após uma lesão na cabeça
  • Os ruídos estão associados a outros sintomas sem explicação, como tontura, falta de equilíbrio, náusea ou vômito
  • Você ouve ruídos sem explicação que persistem mesmo depois de ter tomado medidas de autoajuda

O que esperar da consulta médica

O médico realizará um exame físico, que inclui uma inspeção nos seus ouvidos.

Ele poderá fazer perguntas, como:

  • Como são os ruídos que você ouve?
  • O som é pulsante ou rítmico?
  • Você ouve o ruído em um ou nos dois ouvidos?
  • Que outros sintomas você apresenta?

Os seguintes testes podem ser feitos:

Tratamento

Se o médico puder determinar a causa, a solução do problema (por exemplo, a remoção de cera do ouvido) deverá eliminar os sintomas.

Conte ao médico sobre todos os medicamentos que toma atualmente, incluindo remédios vendidos sem necessidade de prescrição médica, vitaminas e suplementos. Não interrompa nenhuma medicação sem antes comunicar ao médico.

Vários medicamentos já foram usados para diminuir os sintomas do tinnitus, mas nem todos funcionam sempre. Os medicamentos podem incluir antiarrítmicos (normalmente usados para pulsação irregular), antidepressivos, vasodilatadores, tranquilizantes, anticonvulsivos e anti-histamínicos.

O mascarador do zumbido é um dispositivo utilizado como uma prótese auditiva. Ele ajuda em alguns casos. Ele fornece som baixo diretamente ao ouvido para cobrir ou disfarçar o ruído que esteja incomodando.

Uma prótese auditiva pode ajudar a reduzir o ruído no ouvido e ampliar os sons externos.

Em alguns casos, a orientação psicológica pode ajudar o indivíduo a conviver com o tinnitus. Seu médico pode recomendar um treinamento em biofeedback. Esse método ajuda a aprender a controlar funções corporais com o monitoramento de respostas específicas (como o tensionamento de um grupo de músculos) e a alteração dessas respostas por meio do relaxamento.

Alguns indivíduos já tentaram terapias alternativas para tratar o tinnitus. Elas incluem:

  • Acupuntura
  • Terapia craniossacral
  • Hipnose
  • Vitaminas ou suplementos fitoterápicos, incluindo zinco, magnésio, ginkgo, melatonina ou vitaminas B

No entanto, esses métodos não foram comprovados por completo. Fale com um médico antes de tentar qualquer uma dessas terapias alternativas.

A American Tinnitus Association oferece um bom centro de recursos e um grupo de apoio.

Prevenção

Use protetores auriculares em qualquer situação que apresente uma possibilidade de lesão auditiva (como shows com música alta ou britadeiras). Se você apresenta perdar de audição, evite possíveis danos não se expondo ao ruído excessivo.

Certifique-se de que sua pressão sanguínea esteja normal, mantendo um peso corporal apropriado, fazendo exercícios regularmente e procurando um médico para a realização de check-ups anuais.

Referências

Heller AJ. Classification and epidemiology of tinnitus. Otolaryngol Clin North Am. 2003; 36(2): 239-248.

Sismanis A. Tinnitus. Advances in evaluation and management. Otolaryngol Clin North Am. 2003; 36(2): xi-xii.

Bauer CA. Tinnitus and hyperacusis. In: Cummings CW, Flint PW, Haughey BH, et al, eds. Otolaryngology: Head & Neck Surgery. 5ª ed. Philadelphia, Pa: Mosby Elsevier;2010:cap. 150.

Todas as doenças
Ver de novo