Minha Saúde

enhanced by Google
 

Papanicolaou

Compartilhar:

O que é

Também chamado de esfregaço cérvico-vaginal, é um exame de avaliação de células retiradas do colo do útero.

Para que serve

Feita por um patologista, essa análise investiga a presença de microorganismos (fungos, vírus e bactérias) potencialmente prejudiciais e alterações nas células raspadas do colo do útero durante o exame ginecológico. É considerado um método de detecção precoce de diversas doenças da mulher, como a infecção pelo HPV (vírus do papiloma humano) e o câncer de colo do útero.

Como é feito

Com a paciente deitada em posição ginecológica – pernas abertas, flexionadas e apoiadas em um descanso acolchoado – o médico afasta as paredes da vagina com um aparelho específico para esse fim, deixando o colo do útero mais acessível para observação. Usando uma haste de algodão ou uma espátula parecida com um palito de sorvete o ginecologista raspa as células superficiais do colo uterino. Depois disso, coloca o material em uma lâmina de vidro e envia para a análise do patologista.

Preparo

A mulher não deve estar menstruada e precisa manter abstinência sexual nas 24 horas que antecedem o exame. Também deve evitar, nas 48 horas anteriores, o uso de duchas, pomadas ou cremes vaginais.

Valores de referência

Os resultados são expressos em um sistema que, dependendo da gravidade, varia do grau I (normal) ao grau V (câncer invasor). Os cuidados e intervalos para novos exames vão depender de quais resultados aparecerem.

Todos os exames
Ver de novo