Minha Saúde

enhanced by Google
 

"Homens, meçam a cintura", alertam médicos

Medida da cintura é fator essencial para saúde masculina. Índice acima de 101 é preocupante

The New York Times | 29/06/2011 10:51

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Foto: Getty Images

Acima de 101 centímetros índice da cintura já é considerado perigoso

Os homens podem conseguir benefícios significantes à saúde controlando a medida da cintura e, se necessário, livrando-se da gordura que se acumula nesta região, informa a Associação Americana de Nutrição.

“Assim como é importante fazer um controle da pressão arterial, colesterol, glicemia e peso, os homens precisam também saber a medida de sua cintura. Então, peguem a fita métrica”, aconselha o nutricionista Jim White, porta-voz da associação americana.

Leia também: Os três inimigos do homem

Especialistas advertem que 101 centímetros de cintura já colocam o homem de porte médio na “zona de risco” de doenças.

Diferentemente de outras regiões do corpo, o excesso de gordura no abdômen aumenta os riscos de diversos problemas de saúde - como diabetes, doenças cardíacas e alguns tipos de câncer. A gordura ao redor de órgãos internos é conhecida como gordura visceral.

Para medir corretamente a circunferência da cintura, coloque a fita métrica sobre a pele nua ao redor da linha natural da cintura, localizada um pouco acima do umbigo, na parte mais estreita do torso. White adverte que a fita não deve ficar muito frouxa ou apertada demais.

“Alimentar-se bem, diminuir os níveis de estresse, realizar atividades físicas e dormir entre sete e oito horas por noite são medidas que podem ajudar a controlar a região média do corpo”, disse o nutricionista Manuel Villacorta, também porta-voz da associação americana.

Ele também sugere reduzir o tamanho das porções, eliminar o consumo de álcool e praticar exercícios regularmente.

Saiba mais:
Mitos e verdades do toque retal
Impotência dá alerta sobre infarto futuro
O essencial da consulta médica masculina
 

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG

Ver de novo