Tamanho do texto

Pela primeira vez, pesquisa liga excesso de peso ao declínio do desempenho cognitivo

Agência Estado

O sobrepeso não é algo que compromete apenas as funções do coração e de outros órgãos vitais. A barriguinha pode também prejudicar o funcionamento do cérebro , de acordo com pesquisadores da Grã-Bretanha que ligaram pela primeira vez a obesidade ao declínio do desempenho cognitivo.

Siga o iG Saúde no Twitter

Os motivos que levam indivíduos obesos a terem queda da função cerebral ainda não foram descobertos pelos especialistas britânicos, porém essa situação pode estar ligado às alterações metabólicas, tais como altas taxas de açúcar ou de colesterol no sangue. A obesidade já foi apontada no passado como um fator de risco para a demência.

O trabalho, publicado na revista Neurology, acompanhou a saúde de 6.401 britânicos. Indivíduos de ambos os sexos e com idade entre 35 e 55 anos foram submetidos a testes de memória e outras habilidades cognitivas durante um período de mais de dez anos.

Pesquisadores responsáveis pelo estudo notaram que as pessoas obesas que apresentavam alterações metabólicas tiveram um declínio das funções cerebrais muito mais rápido em comparação com os demais pacientes acompanhados pelo estudo.

Os especialistas enfatizaram que eles só foi acompanhada a função cognitiva, não a demência. O limite entre o envelhecimento normal, o comprometimento cognitivo leve e a demência ainda é bem confuso – nem todos os danos levam à demência.

Os participantes do estudo são de um grupo de servidores públicos, o que pode significar que os resultados podem não se aplicar de modo mais geral a outras populações. As informações são do Jornal da Tarde.

Leia mais notícias de saúde

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.