Tamanho do texto

Presidente que saber se sistema médico do país está preparado para seguir protocolos corretos para lidar com o ebola, após a notícia de uma aparente violação de procedimentos em Dallas

Polícia isola casa em Dallas onde vive funcionário de hospital infectado por ebola
AP
Polícia isola casa em Dallas onde vive funcionário de hospital infectado por ebola

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, quer que as autoridades federais tomem medidas adicionais para garantir que o sistema médico do país está preparado para seguir protocolos corretos para lidar com o ebola, após a notícia de uma aparente violação de procedimentos em Dallas , disse a Casa Branca em uma declaração neste domingo.

Obama foi informado sobre o diagnóstico de um segundo caso de Ebola no Texas, onde uma funcionária de saúde contraiu o vírus após prestar assistência a um liberiano que morreu da doença em um hospital de Dallas na semana passada.

Entenda o caso:

Teste de funcionário de hospital dos EUA tem resultado positivo para ebola
Profissional que contraiu ebola nos EUA usava equipamento de proteção

O Dr. Thomas Frieden, diretor dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças, disse no domingo que, em algum momento durante o atendimento do paciente original, houve uma brecha no protocolo que resultou na infecção da profissional de saúde.

Obama disse que as autoridades federais devem "tomar medidas adicionais imediatas para garantir que hospitais e profissionais de saúde em todo o país estão preparados para seguir os protocolos caso se defrontem com um paciente com Ebola".

Veja imagens da maior epidemia de ebola da história


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.