Tamanho do texto

Quebra de protocolo de segurança pode ter levado à nova infecção por Ebola no Texas

Reuters

Políca isola prédio onde mora funcionário de saúde que pode ter sido infectado
AP
Políca isola prédio onde mora funcionário de saúde que pode ter sido infectado

Uma quebra nos protocolos de segurança, possivelmente durante a remoção de equipamentos de proteção após o tratamento de um paciente com Ebola, pode ter causado a contração do vírus mortal por um profissional de saúde no Texas, disse um alto funcionário do setor de saúde dos Estados Unidos no domingo.

EUA: Teste de funcionário de hospital de Dallas tem resultado positivo para ebola

Todos os profissionais de saúde de Dallas que ajudaram a cuidar do paciente com ebola Thomas Duncan, que morreu na semana passada no Texas Health Presbyterian Hospital, foram potencialmente expostos ao vírus, disse diretor do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), Dr. Thomas Frieden neste domingo.

Segurança: Profissional que contraiu ebola usava equipamento de proteção

"Outra (área) que nós estaremos olhando de perto na investigação são as intervenções que foram feitas para tentar desesperadamente manter (Duncan) vivo", disse ele ao programa de televisão do canal CBS "Face the Nation". "Isto incluiu diálise e intubação. Estes são dois procedimentos que podem resultar na propagação de material infeccioso", disse Frieden.



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.