Tamanho do texto

Cadeirante por conta da esclerose múltipla, pai precisa recorrer a hotéis caros para acompanhar o tratamento do filho

O escocês Calvin Laidlaw, 49, precisou gastar com hotéis caros para poder acompanhar de perto o tratamento do filho, de dois anos, que está com leucemia. O hospital, em Glasgow (Escócia), onde o filho Kai Laidlaw está está sendo tratado, é muito distante de onde a família mora e só permite um acompanhante.

Além disso, Calvin sofre de esclerose múltipla e já não consegue mais se locomover sem uma cadeira de rodas, nem se alimentar sozinho. Por isso, precisou recorrer a acomodações que tivessem estruturas apropriadas às suas necessidades.

Agora, além de lutar pela vida do filho, a família precisa pagar cerca de R$ 20 mil apenas com os gastos dos hotéis. O pequeno Kai está sendo preparado para um transplante de medula óssea em uma última tentativa de salvar sua vida.


Leia também:
Pais perdem as duas filhas gêmeas para a leucemia
Pesquisas com imunoterapia têm bons resultados no combate a leucemia e linfoma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.