Degeneração macular relacionada à idade é um problema degenerativo da retina que pode surgir a partir dos 50 anos
Pixabay
Degeneração macular relacionada à idade é um problema degenerativo da retina que pode surgir a partir dos 50 anos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou o uso do medicamento bevacizumabe para o tratamento de pessoas que desenvolveram degeneração macular relacionada à idade no Sistema Único de Saúde (SUS).

LEIA MAIS:  ONU diz que pesquisas privilegiam doenças com maior retorno financeiro

O bevacizumabe tem registro na Anvisa desde 2002 para o tratamento de câncer metastático, que se espalha por mais de um órgão, mas pesquisas realizadas nos últimos anos indicam que ele também é efetivo no tratamento da degeneração macular .

O pedido para que o medicamento fosse integrado aos tratamentos oftalmológicos do SUS foi feito pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias (Conitec), do Ministério da Saúde, em agosto de 2013.

Você viu?

De acordo com o artigo 21 do decreto nº 8.077, que regulamenta as condições para registro, controle e monitoramento dos produtos, “mediante solicitação da Conitec, a Anvisa poderá emitir autorização de uso para fornecimento, pelo SUS, de medicamentos ou de produtos registrados nos casos em que a indicação de uso pretendida seja distinta daquela aprovada no registro, desde que demonstradas pela Conitec as evidências científicas sobre a eficácia, acurácia, a efetividade e a segurança do medicamento ou do produto para o uso pretendido na solicitação”.

LEIA MAIS:  Médico em Londres "opera" via Skype paciente em estado crítico na Síria

Segundo a Anvisa, o bevacizumabe também é empregado para tratar o problema oftalmológico em países como Itália, França e Estados Unidos. A autorização tem duração de três anos, podendo ser renovada por mais três anos.

Sobre a doença

Degeneração macular relacionada à idade é um problema degenerativo da retina que faz com que a pessoa perca progressivamente a visão central. A doença pode surgir a partir dos 50 anos, sendo mais frequente a partir dos 65.

LEIA MAIS:  Anvisa libera comercialização do remédio para emagrecer sibutramina

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários