Tamanho do texto

Principais sintomas são falta de empatia, superficialidade e desonestidade, mas tudo muito discreto, porque eles também costumam ser manipuladores

Segundo especialista, psicopatas são encontrados, com certa frequência, nas áreas de política, negócios e esportes de risco
Pixabay
Segundo especialista, psicopatas são encontrados, com certa frequência, nas áreas de política, negócios e esportes de risco

Estudo realizado na Austrália aponta que um em cada cinco CEOs ou diretores-executivos apresenta características clínicas de psicopatia , um transtorno de personalidade.

A equipe do psicólogo forense Nathan Brooks, na Universidade de Bond, analisou os perfis de 261 pessoas e notou que 21% mostravam-se potenciais psicopatas . Os principais sintomas são falta de empatia, superficialidade e desonestidade, mas tudo muito discreto, porque esses pacientes também costumam ser manipuladores.

LEIA MAIS:  O seu chefe é um psicopata?

A recomendação de Brooks é de que as empresas passem a analisar as características psicológicos dos funcionários mais atentamente, e não apenas suas habilidades profissionais. "Psicopatas são predispostos a serem pessoas que conseguem sucesso em curto prazo. Eles tendem a ser charmosos e extravagantes, o que os faz alcançar seus objetivos mais rapidamente, porém eles podem pagar com o fracasso em longo prazo", explica o psicólogo.

A análise foi apresentada no congresso anual da Sociedade de Psicologia Australiana, em Melbourne. O psicólogo forense diz ainda que os resultados de sua pesquisa são muito semelhantes às porcentagens de psicopatia dentro de prisões.

LEIA MAIS:  Mal de Alzheimer é o tipo mais comum de demência, mas não o único

O tema também foi abordado pelo psicólogo Scott Lilienfeld, que disse que psicopatas são encontrados, com certa frequência, nas áreas de política, negócios e esportes de risco.

*Com informações da Agência Ansa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.