Tamanho do texto

Novo estudo publicado pela Organização Mundial da Saúde constatou que idosos correm mais risco de desenvolver depressão ao serem inferiorizados

Cerca de 60% dos entrevistados acreditam que os idosos não são respeitados, segundo resultados de pesquisa da OMS
Pixabay
Cerca de 60% dos entrevistados acreditam que os idosos não são respeitados, segundo resultados de pesquisa da OMS


A Organização Mundial da Saúde (OMS) constatou que o comportamento preconceituoso contra idosos pode afetar negativamente a saúde física e mental desse grupo. O alerta foi divulgado nesta quinta-feira (29), dias antes do Dia Mundial do Idoso, comemorado em 1º de outubro. 

LEIA MAIS:  Bebê nascido na Índia se parece com um senhor de 80 anos

As conclusões fazem parte da "Pesquisa dos Valores Mundiais" realizada pela OMS com 83 mil pessoas em 57 países. Segundo a organização, 60% dos entrevistados acreditam que os idosos não são respeitados. O estudo constatou ainda que os maiores índices de desrespeito advém dos países mais ricos.

Ao mesmo tempo, estudos indicam que, quando os idosos se sentem inferiorizados, tendem a desenvolver depressão e se isolarem da sociedade. Além disso, aqueles que precisam encarar esse problema vivem, em média, 7,5 anos a menos que pessoas com atitudes positivas. 

LEIA MAIS:  Fugitivo se disfarça de idoso para escapar da polícia nos EUA, mas acaba preso

"Essa análise confirma que preconceito etário é extremamente comum. No entanto,o mundo parece não estar ciente dos estereótipos insconcientes que guardam dos idosos", afirmou John Beard, diretor do departamento de envelhecimento e curso de vida da OMS. 

Desrespeito enraizado

Beard comparou o preconceito contra idosos ao machismo e ao racismo para assegurar que "mudar esse tipo de preconceito é possível" para vivermos em "uma sociedade mais próspera, igualitária e saudável".

Idosos tendem a desenvolver depressão e se isolarem da sociedade por acreditrem que suas vidas não têm valor
Pixabay
Idosos tendem a desenvolver depressão e se isolarem da sociedade por acreditrem que suas vidas não têm valor


"A sociedade vai se beneficiar com a população idosa se todos nós envelhecermos de forma mais saúdavel", constatou Alana Officer, coordenadora do departamento de envelhecimento. "Mas para que isso seja possível, precisamos acabar com nossos preconceitos."

LEIA MAIS:  Mulher e idoso poderão descer fora do ponto de ônibus em SP

O Dia Internacional do Idoso deste ano irá destacar a importância das contribuições das pessoas idosas no mundo. O tema da campanha de 2016, "Faça Algo Contra o Preconceito de Idade", incentiva toda a população mundial a considerar o impacto que o envelhecimento tem nas pessoas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.