Tamanho do texto

Dado é de pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira, que indica também que solução para maioria dos brasileiros seria menos corrupção

Apesar da crítica à saúde, outro levantamento indica que os médicos são os profissionais com maior grau de confiança
Cecília Bastos/Usp Imagens
Apesar da crítica à saúde, outro levantamento indica que os médicos são os profissionais com maior grau de confiança

Mais de um terço dos brasileiros (37%) acredita que o principal problema do Brasil é a saúde. O dado é de pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira (23). Apesar da crítica, outro levantamento indica que os médicos são os profissionais com o maior grau de confiança e credibilidade da população (26%).

LEIA MAIS:  O vírus que atinge milhões no mundo e pode causar microcefalia – e não é a zika

A análise sobre a saúde foi encomendada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e considerou a opinião de mais de duas mil pessoas – em cada levantamento – de todas as regiões do País, incluindo regiões metropolitanas e cidades do interior. A margem de erro, de acordo com o Instituto Datafolha, é de dois pontos percentuais.

Mulheres e entrevistados com menor grau de escolaridade são os que mais veem a saúde como principal problema no País. Já a corrupção, considerada segundo maior problema, aparece mais nas respostas dos homens e dos mais escolarizados.

LEIA MAIS:  "O câncer me fez parar de me preocupar em ser uma mãe perfeita"

Cerca de 82% das pessoas utilizaram o Sistema Único de Saúde (SUS) nos últimos dois anos, mas os centros médicos privados também foram criticados. Considerando ambos os serviços, eles foram avaliados como ruins ou péssimos por 65% das pessoas ouvidas. A qualidade dos serviços foi tida como regular por 28% e como ótimo ou bom por 6%. A reprovação foi maior no Sudeste (68%) e no Centro-Oeste (66%) e menor, na Região Sul (58%).

A maioria das pessoas pensa que o governo deve diminuir os casos de corrupção para conseguir melhorar a saúde. Logo depois apareceram as opções de aumentar o número de profissionais de saúde (58%) e de aumentar o número de leitos para internação (50%).

LEIA MAIS:  Gêmeos que eram unidos pelo crânio se veem pela primeira vez após separação

Profissões

O segundo estudo divulgado nesta quarta revela que os médicos constituem a profissão mais confiável na opinião da população brasileira, à frente de professores (24%) e bombeiros (15%). “Apesar de tudo, temos uma pesquisa que mostra que, mesmo com as dificuldades, os médicos ainda têm o respaldo da população brasileira”, afirmou o presidente do CFM, Carlos Vital.

* Com informações da Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.