Primeira vacinada, Mônica Calazans recebe dose de reforço da vacina contra covid

Secretário de Saúde do Estado, Jean Gorinchteyn também foi vacinado

Mônica Calazans foi a primeira pessoa a ser vacinada no Brasil
Foto: Reprodução
Mônica Calazans foi a primeira pessoa a ser vacinada no Brasil

Primeira pessoa a ser vacinada no Brasil, a enfermeira Monica Calazans recebeu a dose de reforço do imunizante contra a  covid-19 durante a coletiva do Governo de São Paulo, hoje, no Palácio dos Bandeirantes.

Mônica recebeu a primeira dose da coronavac aplicada no Brasil, em 17 de fevereiro, mesmo dia em que a vacina foi aprovada emergencialmente pela Anvisa. Ela pode receber a dose de reforço porque é profissional de saúde, e já recebeu a segunda dose do imunizante há mais de seis meses.

Além de Mônica, o secretário da Saúde do Estado, Jean Gorinchteyn, também recebeu a 3ª dose. O médico Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, foi quem aplicou a vacina.

Só ontem, o estado aplicou 122 mil doses da dose de reforço. Idosos, imunossuprimidos e profissionais da saúde que já tomaram a segunda dose há mais de seis meses podem se vacinar.

Segundo o governador João Doria, 60% de toda a população elegível já está vacinada com as duas doses ou dose única contra covid-19. Doria também afirmou que 72% das cidades (467) do estado não registraram mortes relacionadas a doença na última semana.

A gestão, porém, fez um apelo: mais de 3,8 pessoas não voltaram para a segunda dose, portanto, estão apenas parcialmente imunizados. Estudos recentes apontam que pacientes que não receberam as duas doses tem mais chances de ser hospitalizados em razão da doença.