Tamanho do texto

Médicos afirmam que segredo está na escolha dos petiscos e no consumo moderado

Escolher os petiscos certos para acompanhar a cerveja, ajuda a evitar a barriga de chope
Getty Images
Escolher os petiscos certos para acompanhar a cerveja, ajuda a evitar a barriga de chope

O acúmulo de gordura na cintura já virou sinônimo de “barriga de chope” e a cerveja é apontada como principal causadora da saliência ao redor do umbigo.

Siga o iG Saúde no Twitter

A Sociedade Espanhola para o Estudo da Obesidade (SEEDO), no entanto, diz que é possível conciliar a silhueta esbelta com o consumo da bebida.

As orientações sobre a relação harmônica entre forma física e cerveja foram dadas durante o Simpósio Internacional de Cerveja e Saúde, organizado em Madri pelo governo espanhol, com o intuito de divulgar os benefícios ao organismo do consumo moderado da bebida.

Leia mais no dossiê da cerveja

Entre os especialistas convocados para as palestras realizadas na primeira semana de novembro – que também abordaram a relação entre saúde cardíaca, saúde dos ossos e cerveja – a orientação unânime é de que o lado bom da mistura entre cevada, malte, lúpulo e álcool só é obtido com o consumo moderado. Beber mais do que duas latinhas por dia não só engorda, como amplia o risco de infarto , acidente vascular cerebral (AVC)  e outros problemas graves de saúde.

Leia mais: Cuidado com os alimentos que “dão barriga”

Para quem está preocupado com os ponteiros da balança, o médico Manuel Gargallo, da SEEDO, diz que além de restringir a ingestão para, no máximo, duas latas diárias, é preciso escolher bem os aperitivos que acompanham a cerveja.

“Basta fazer as contas. Em 100 gramas de batatas fritas são 517 calorias. Em 100 gramas de pepino, apenas 14”, disse.

Segundo César Nombela, professor de nutrição da Universidade Complutense de Madri, alguns estudos já endossaram que a chamada dieta mediterrânea – que prioriza peixes, azeite de oliva, grãos, frutas e vegetais – pode anular  a barriga de chope.

Algumas dicas práticas para o consumo também evitam que o ritual de beber (moderadamente, não esqueça!) com os amigos ou família resulte em quilos a mais.

Leia mais : Os segredos da dieta mediterrânea

Veja as dicas dos especialistas:

- Nunca ultrapasse duas latinhas de cerveja por ocasião em que decide beber

- Não beba cerveja para matar a sede. O líquido serve para ser degustado. Beba um copo de água antes de cada latinha

- Cerveja sem álcool tem menos calorias mais também engorda em caso de exagero. São 14 calorias em cada 100 ml de cerveja sem álcool. Na cerveja alcoólica são 30 calorias em 100 ml

- Opte por petiscos naturais. Vegetais in natura, como pepinos, tomate cereja, cenouras e berinjelas, não agregam calorias extras, sódio e colesterol ruim à ocasião. Salmão e queijo branco também são alternativas saudáveis, embora bem mais calóricas

Leia mais notícias de alimentação e bem-estar

    Leia tudo sobre: dieta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.