Tamanho do texto

Que tal começar o ano com novas atitudes? Selecionamos 10 bons hábitos que vão trazer mais saúde e bem-estar

Expor-se ao sol por, no máximo, 30 minutos pode ser aliado da saúde
Getty Images
Expor-se ao sol por, no máximo, 30 minutos pode ser aliado da saúde

Sair do sedentarismo
Deixe a desculpa da falta de tempo de lado e comece o ano reservando um período para fazer atividades físicas. Nem é preciso correr para se matricular na academia, comece aos poucos. Que tal estacionar o carro mais longe e andar um pouco mais para o trabalho? Ou subir alguns andares de escada em vez de tomar o elevador? Lembre disso: apenas 30 minutos de atividades separam os sedentários dos ativos.  Leia mais:  Qual a atividade física ideal para você?

Ir ao médico
Osteoporose , hepatite C, tireoidite e outras doenças conhecidas como silenciosas vão comprometendo a saúde aos poucos. Por não apresentarem sintomas, essas condições não são percebidas no dia-a-dia e só são identificadas por meio de um check-up com um especialista. Por isso, os médicos recomendam passar em um clínico geral uma vez por ano, pelo menos, para medir a pressão e fazer exames laboratoriais.  Leia mais: Quando fazer o check-up

Tomar sol
A vitamina D é essencial na prevenção e no tratamento de uma série de doenças. Exposição curta – apenas 15 minutos – e sem protetor solar, nos horários recomendados pelos médicos (antes das 9h e depois das 16h), deve fazer parte de uma rotina saudável. Passados os 15 minutos recomendados, no entanto, o uso de proteção solar continua obrigatório. Os médicos recomendam também não se expor ao sol forte, principalmente no horário do meio-dia.  Leia mais: Sol, um aliado da saúde

Aprender a dizer não
 Dizer sim para tudo e todos parece a saída mais fáciil, mas nem sempre é aquela que nos deixará mais confortável. Dizer não vai evitar que você se sinta sobrecarregado e insatisfeito com as decisões que vem tomando. Escute primeiro os seus próprios desejos antes de dizer sim aos pedidos dos outros.  Leia mais: Faça o teste e descubra se você sabe dizer “não”

Mais legumes, menos gordura
A obesidade é a epidemia mais perigosa que o mundo vem enfrentando. Origem de doenças como a síndrome metabólica, o diabetes e a hipertensão , ela deve ser combatida com exercício e dieta. Uma alimentação saudável é peça chave para manter o peso sob controle. E por aí passa uma alimentação com pouca gordura, e rica em legumes, verduras e carnes de peixe ou frango. Leia mais: Dez gorduras boas para incluir na dieta

Relaxar
Celular, telefone, internet, televisão, jornal. Deixe tudo de lado por uns instantes e tente relaxar. Você pode simplesmente deitar na cama e ouvir uma música que acalma ou passar alguns minutos olhando uma paisagem bonita. Respirar fundo também é um exercício simples que ajuda a relaxar – e pode ser feito em qualquer lugar. O estresse potencializa uma série de doenças, portanto, deixe-o longe da sua vida. Leia mais: Valorize o silêncio

Tirar um tempo para si
Com a atribulada rotina das grandes cidades, fica difícil separar um tempo para cuidar de você mesmo. E não estamos falando só de cortar o cabelo, cuidar das unhas ou da pele. É preciso tempo para olhar para os próprios anseios, fazer planos para o futuro e pensar de que forma se está aproveitando a vida. 

Trocar o refinado por integral
Essa mudança simples pode fazer a diferença na hora de manter o peso e de garantir a saúde. Comer grãos integrais reduz a gordura ruim ao coração . Os alimentos com fibras deixam a pessoa saciada por mais tempo porque demoram mais do que os refinados para serem digeridos.

Tomar mais água
Hidratar-se corretamente faz o organismo funcionar direito e afasta possíveis problemas como cálculo renal, rinite, entre outros. No verão, por conta do suor, é preciso maior hidratação, portanto, reforce o consumo de água e sucos.  Leia tambémSucos para hidratar o corpo

Fazer as pazes consigo
Não se culpe, não se cobre, não se reprima. Ser autoindulgente é o primeiro passo para encarar os obstáculos da vida sem criar rancor por si mesmo. Acolha somente as críticas construtivas, saiba que ser responsável é, muitas vezes, voltar atrás e cultive a autoestima. Leia também: O que a autoestima pode fazer por você

 Leia mais notícias de 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.