Tamanho do texto

Ingestão de sal não deve ultrapassar das 5 gramas por dia; alimentação rica em sódio é a principal causa de hipertensão

O sódio é um mineral presente em diversos alimentos que nossa população consome. É muito comum encontra-lo nos alimentos industrializados e no sal de cozinha. Porém atualmente, as pessoas vêm utilizando mais sódio do que o preconizado, pois ele é um ótimo conservante. Com o aumento das vendas de alimentos industrializados notou-se a necessidade de aumentar a vida de prateleira de diversos produtos, por isso a indústria alimentícia utiliza muito este mineral.

O excesso de sódio é o principal causador da hipertensão arterial uma vez que o sódio retém água em nosso organismo, aumentando a volemia, o que faz com que o coração tenha que bombear mais vezes para conseguir distribuir o sangue pelo corpo inteiro. Pessoas que já possuem certa resistência no vaso sanguíneo, com esse aumento no volume sanguíneo terão uma resistência periférica ainda maior, ou seja, o fluxo ficará muito forte para passar pelo vaso sanguíneo, fazendo pressão arterial aumentar.

O excesso de sódio é o principal causador de hipertensão arterial
Thinkstock/Getty Images
O excesso de sódio é o principal causador de hipertensão arterial

Segundo o Guia alimentar para População Brasileira, a recomendação de sal por dia não deve ultrapassar 5g, o equivalente a 1,7g de sódio. Isto equivale a aproximadamente 1 colher de chá de sal. Porém, nota-se nos dias atuais, um aumento na tendência de utilização do sódio, principalmente pela população brasileira. E se você parar para pensar, realmente, a maioria dos alimentos que são consumidos possui este mineral em sua composição.

Muitas pessoas se perguntam: “Afinal quais os alimentos que possuem maior quantidade de sódio na sua composição?” Na verdade, a maioria dos industrializados possui um teor de sódio grande por porção de alimento. Porém, não existe um alimento específico que tenha uma enorme quantidade de sódio. O que acontece com a alimentação desregulada que se tem hoje é o consumo de pequenas porções de alimentos com moderada quantidade de sódio que, somados no fim do dia acabam extrapolando a recomendação.

Agora, uma dica para reduzir o consumo de sódio nos alimentos: evite comer alimentos industrializados em excesso, dê preferência aos alimentos in natura. No momento em que for preparar a comida, procure utilizar menos sal do que o habitual, em substituição utilize outros temperos para dar novos sabores àquela comida: açafrão, sálvia, tomilho, manjericão, salsinha, coentro, entre outros. Desta forma, sua refeição além de ficar mais saudável, ficará rica em outros nutrientes que não o sódio melhorando assim seu valor nutricional.

* Lorena Araújo de Freitas é nutricionista formada pelo Centro Universitário de Brasília (UniCEUB), residente multiprofissional em Nutrição Clínica e mestranda pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.