Tamanho do texto

Com baixo índice glicêmico e cheio de vitaminas, açúcar de coco é um bom substituto para o refinado comum; veja na galeria de fotos alimentos com as mesmas características

Apesar de saudável, o açúcar de coco possui calorias e deve ser usado com moderação
Thinkstock/Getty Images
Apesar de saudável, o açúcar de coco possui calorias e deve ser usado com moderação

Cheio de vitaminas, o açúcar extraído do coco é um ótimo substituto do açúcar comum. Embora com a mesma quantidade de calorias do que o açúcar refinado, o índice glicêmico do açúcar de coco é mais baixo, logo as chances de estocar aquelas gordurinhas indesejáveis diminui.

A razão é simples: quando há picos de açúcar no sangue, o organismo é obrigado a liberar insulina para retirar esse açúcar. Como não tem para onde ir, ele é estocado em forma de gorduras nada bem-vindas.

“O índice glicêmico é a velocidade em que o carboidrato é digerido e transformado em açúcar no sangue. Os alimentos com alto índice glicêmico aumentam a quantidade de açúcar no sangue, fazendo com que o pâncreas trabalhe mais na liberação de uma quantidade maior de insulina para normalizar a glicose no sangue”, explica Cíntia Azeredo, nutricionista do Vita Check-up Center. “Esse processo poderá levar a uma sobrecarga no pâncreas”, alerta ela.

Dossiê do açúcar -  Mascavo, demerara e mais: tipos, benefícios e calorias do açúcar

Um alimento com baixo índice glicêmico é aquele com glicose menor que 70 mg. Os intermediários, entre 70 e 90 mg. E os de alto índice, que devem ser evitados, maiores de 90 mg. O índice glicêmico do açúcar de coco é 35. O do açúcar comum, 68.

“Todos podem consumir o açúcar de coco, desde que não tenham nenhuma alergia específica ao alimento”, recomenda Cíntia. “Diabéticos também podem, sendo até uma boa opção para o diabético tipo II, pelo baixo índice glicêmico. Porém, não se deve esquecer de que ele irá de qualquer forma agregar carboidratos à dieta e seu excesso acarretará danos à saúde. Um nutricionista poderá calcular a quantidade ideal deste açúcar na dieta”, explica ela.

Cíntia explica que, para quem quer emagrecer, o açúcar de coco pode ser útil em relação à qualidade, pois não passa pelo processo de refinamento e preserva boa parte de seus nutrientes.  “Entretanto, não se esqueça de que possui calorias”.

>> Veja alimentos com baixo índice glicêmico para inserir na dieta:


Leia também:
Dossiê do açúcar
Brasileiros consomem três vezes mais açúcar do que a média mundial
Açúcar, sal e cocaína formam "trio assassino" do coração

LEIA MAIS SOBRE ALIMENTAÇÃO E BEM-ESTAR

    Leia tudo sobre: dieta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.