Tamanho do texto

Data tem objetivo de incentivar a aceitação do próprio peso e destruir noções pré-definidas sobre beleza e corpo perfeito

Ainda pouco conhecido no Brasil, o dia 6 de maio é considerado o "Dia Internacional Sem Dieta", data dedicada a mostrar que a busca por uma forma física "perfeita" através de dietas radicais não vale a pena e nem é saudável.

Pouco conhecido no Brasil, Dia Internacional Sem Dieta busca conscientizar que dietas radicais não são saudáveis
Thinkstock/Getty Images
Pouco conhecido no Brasil, Dia Internacional Sem Dieta busca conscientizar que dietas radicais não são saudáveis

A ideia da data surgiu em 1992 pela fundadora da associação "Diet Breakers", Mary Evans Young.

Em um de seus livros, a britânica, que já lutou contra a anorexia, conta que decidiu agir depois que viu "um programa de televisão em que as mulheres se submetiam a intervenções cirúrgicas para reduzir o peso" e conheceu a história de uma garota de 15 anos que se suicidou por sofrer bullying por que era gorda.

Desde então, o dia 6 de maio tem como objetivo incentivar a aceitação do próprio peso, a destruição das noções pré-definidas de "beleza" e de "corpo perfeito" e o alerta dos riscos para a saúde física e mental de se seguir uma dieta.

>> Veja 40 dicas para emagrecer 2 quilos sem fazer dieta:

As comemorações do dia começaram há 20 anos no Reino Unido e aos poucos se espalharam para outros países, como Estados Unidos, Canadá, Austrália e Nova Zelândia.

"A data é uma grande oportunidade para encorajar os indivíduos a terem estilos de vida saudáveis sem a obsessão de perder peso", explicou o Centro Nacional para Distúrbios Alimentares do Canadá em seu site.

Mais sobre alimentação e bem-estar

    Leia tudo sobre: dieta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.