Tamanho do texto

Com determinação, Agda Prado mudou a alimentação e começou a praticar exercícios. Hoje, desfila como destaque da Dragões da Real, no carnaval de São Paulo

"Eu não me reconhecia com aquele corpo. Minha autoestima estava lá embaixo e sinais de depressão já apareciam. A partir disso, procurei um médico e também descobri que estava com diabetes, precisando fazer uso de insulina,e com o colesterol nas alturas". (Veja fotos ao final da página)

É assim que Agda Prado, 28, destaque da escola de samba Dragões da Real, de São Paulo, define o momento de guinada na sua vida. Foi diante dessa situação que decidiu: precisava emagrecer.

Com autoestima em baixa e problemas de saúde, Agda resolveu mudar a situação e procurou ajuda de profissionais
Divulgação
Com autoestima em baixa e problemas de saúde, Agda resolveu mudar a situação e procurou ajuda de profissionais

Ela conta que, com a ajuda de uma nutricionista, mudou o cardápio e começou a fazer exercícios físicos. Não foi fácil.

"Cheguei a passar fome na minha infância. Era difícil compreender que agora que podia comer tudo o que queria precisaria restringir a alimentação. Ficava muito mal humorada", afirma a fisioterapeuta.

Com a mudança na alimentação e a caminhada que fazia regularmente, Agda eliminou os primeiros 18 quilos. Já iniciando o processo de fazer as pazes com o espelho, começou a frequentar os ensaios da escola de samba paulista. Foi convidada e desfilou como passista.

Com o incentivo, começou a malhar com mais intensidade e eliminou, então, o restante do peso desejado, chegando a um total de 30 quilos a menos na balança.

Veja abaixo como Agda era e como ficou após o processo de emagrecimento:


Leia também:
Ana emagreceu 38 quilos em um ano com ajuda da internet
Perdi 20kg sem cirurgia ou remédio e virei personal trainer
De gordinha a miss

LEIA MAIS NOTÍCIAS DE SAÚDE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.