Tamanho do texto

Pesquisa indica que estresse aumenta tendência de escolher alimentos mais saborosos em vez dos mais saudáveis

Evite manter junk food em casa especialmente em dias mais estressantes
Thinkstock/Getty Images
Evite manter junk food em casa especialmente em dias mais estressantes

O estresse, mesmo que moderado, pode sabotar a dieta fazendo com o cérebro interprete que a recompensa dada pelo alimento é melhor do que a intenção de comer de forma saudável.

A afirmação parte dos pesquisadores da Universidade de Zurique, na Suíça, em um estudo publicado no periódico científico  Neuron.  Os cientistas submeteram 51 pessoas a um questionário em que deveriam dividir os alimentos entre "saborosos" e "saudáveis".

>> MAIS: 14 alimentos que ajudam a secar a barriga

Em seguida, os participantes foram divididos em dois grupos. Um deles foi submetido a uma forma de estresse leve, que consistia em imergir as mãos na água gelada por alguns minutos. Logo depois, a atividade cerebral de todos os participantes foi monitorada enquanto deviam escolher entre duas fotos: uma com um item saboroso e outra com um saudável. 

Os membros do primeiro grupo escolheram os alimentos mais saborosos com mais frequência do que os outros. O exame do cérebro mostrou também que, nessas pessoas sob estresse, a área que influencia o desejo de gratificação estava mais ativa, enquanto aquelas mais ligada aos objetivos de longo tempo, como o emagrecimento, eram menos ativas. 

"Uma estratégia para evitar esse efeito é prevenir o problema, evitando, por exempo, ter em casa  junk food especialmente se já sabe que o dia será estressante", diz Silvia Maier, uma das pesquisadoras. 

Leia também:
15 opções de lanches "magros"
20 dietas radicais das celebridades

    Leia tudo sobre: dieta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.