Tamanho do texto

Tenista descobriu recentemente que tem uma reação alérgica ao glúten e mudou radicalmente os hábitos alimentares

O impressionante início de temporada do sérvio Novak Djokovic, invicto após 38 partidas nesta temporada, levou muitos observadores a analisar as mudanças efetuadas pelo tenista na sua preparação dos últimos meses, entre elas sua nova dieta sem glúten.

Leia mais: Entenda a doença celíaca

No meio da temporada passada, ele começou a colaborar com o nutricionista Igor Cetojevic, também especialista em acupuntura e medicina oriental, que detectou que o atleta tinha uma reação alérgica ao glúten e o introduziu para novos hábitos alimentares.

Cerveja, pão, massa e biscoitos são alguns dos alimentos que Djokovic suprimiu de sua dieta, declarando uma guerra aos ingredientes considerados como "mortes alimentares" na tradição oriental: sal, açúcar, farinha e gordura. Uma mudança radical para o sérvio, cujos pais eram donos de uma pizzaria.

Veja também: Dossiê glúten

"Agora, não posso mais comer pizza, nem massa, nem pão. Perdi um pouco de peso e acho que isso me ajudou, não só fisicamente, mas também mentalmente", explicou ele no início da temporada no saibro. Após sua estréia vitoriosa na segunda-feira no torneio de Roland-Garros, ele minimizou a importância da nova dieta no êxito que teve desdeo início do ano.

"Foi apenas uma das coisas que mudaram. Não se trata de algo essencial que tenha mudado totalmente o meu jogo. Faz parte das inúmeras coisas que resolvi fazer para conseguir melhores resultados", declarou.

Porém, o assunto despertou o interesse da organização americana Gluten Free Society, que usou o caso de Djokovic para promover os benefícios de tal dieta para atletas. "Comer sem glúten favorece absorção natural dos alimentos e reduz o risco de inflamações e o tempo de recuperação física", publicou a associação no seu site.

Veja mais:
Vivendo bem com a doença celíaca
Dossiê glúten
Nova advertência sobre o glúten
Glúten gera polêmica entre especialistas em nutrição

    Leia tudo sobre: dieta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.