Tamanho do texto

Proposta prevê a regulamentação de 55 substâncias adicionadas para modificar as características dos produtos

Iogurte tipo petit suisse: na mira da Anvisa
Getty Images
Iogurte tipo petit suisse: na mira da Anvisa
selo

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) iniciou nesta semana uma consulta pública para estabelecer os limites de aditivos alimentares em queijos petit suisse (espécie de iogurte feito por meio da coagulação láctea utilizando-se bactérias, enzimas ou coalho).

A proposta prevê a regulamentação de 55 substâncias divididas em seis funções: regulador de acidez, aromatizante, corante, conservador, emulsificante e estabilizante.

Aditivos alimentares são substâncias adicionadas intencionalmente aos produtos, sem propósito de nutrir, com o objetivo de modificar as características químicas, físicas ou biológicas do mesmo. Para a aprovação do uso de aditivos, a Anvisa baseia-se em normas internacionais sobre o assunto.

As principais referências são as avaliações toxicológicas de comitês científicos internacionalmente reconhecidos e as normas da Codex Alimentarius Comission, uma comissão estabelecida em 1963 pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e a Organização Mundial da Saúde (OMS). A consulta pública ficará aberta por 60 dias.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.