Tamanho do texto

Até maçã pode ajudar a não exagerar no consumo do chocolate e aproveitar o doce sem peso na consciência. Veja outras dicas para quem é chocólatra

Gostoso e rechado de nutrientes, chocolate faz bem ao coração e pode reduzir o risco de infarto. Mas, se você é chocólatra, atenção: ele deve ser consumido com moderação para que não vire um problema para a saúde e nem na balança. 

Para quem é chocólatra, é preciso atenção na hora de consumir chocolate e não prejudicar a saúde
Getty Images
Para quem é chocólatra, é preciso atenção na hora de consumir chocolate e não prejudicar a saúde


Sendo chocólatra , como resistir e não atacar o doce, ainda mais em épocas especiais, como a Páscoa? Especialistas dão dicas de como moderar o consumo, sem passar vontade. Confira:

1. Pedaços gelados

Divida o chocolate em pequenas porções, coloque-as em potinhos e congele, indica a nutricionista Tatiana Ogheri. Retire apenas o potinho que será consumido. Pelo fato de o chocolate estar gelado, a tendência é você comer menos, segundo a especialista.

2. Maçã para começar

Outra dica de Tatiana é consumir uma maçã (rica em fibras) antes do chocolate. Isso ajuda a diminuir a gula, pois leva à sensação de saciedade. A fruta ajuda ainda a diminuir a absorção do açúcar e da gordura presentes no doce. 

Consumir maçã antes do chocolate ajuda a dar mais saciedade
shutterstock
Consumir maçã antes do chocolate ajuda a dar mais saciedade


3. 70% cacau ou mais

Prefira o chocolate meio amargo, que tem maior concentração de cacau e é rico em uma substância que ajuda a controlar o impulso por doce. As versões acima de 70% cacau são as mais indicadas.

"Os antioxidantes, presentes no chocolate amargo, auxiliam na saúde do coração, reduzindo o LDL – colesterol e controlando a pressão arterial", lista a nutricionista Patrícia Cruz. 

Leia também: Genes podem ser os responsáveis por sua gulodice, diz pesquisa

Segundo o médico nutrólogo Durval Ribas Filho, presidente da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN), os chocolates amargos têm teobromina, uma substância com ação semelhante à cafeína, que fornece a sensação de bem-estar, pois libera o hormônio serotonina

4. Ótima sobremesa

Deixe para comer chocolate após as refeições. "Oriento o consumo em pequenas quantidades sempre de sobremesa de almoço ou jantar”, ensina a Patrícia. As substâncias que a guloseima com alto teor de cacau possui podem auxiliar no aumento da saciedade e na queima de gorduras. 

Nutricionista recomenda consumir chocolate logo após as refeições
Shutterstock
Nutricionista recomenda consumir chocolate logo após as refeições


Lembrando que vale prestar atenção à quantidade diária de chocolate que irá consumir. Não é porque é a versão amarga que pode devorar uma barra inteira. "Claro que não dar para seguir um padrão rigoroso sempre. Mas, a quantia ideal de chocolate para se consumir é de 30g/semana”, afirma Patrícia.

E também é preciso cuidado para não cair se enganar, como escolher uma versão diet pensando em engordar menos. 

Leia também: 10 alimentos que reduzem a gula para ajudar na dieta

“Para que o chocolate diet tenha uma consistência mais palatável e adequada, ao retirar o açúcar, aumenta-se um pouco a quantidade de gorduras e, com isso, pode eventualmente ter mais calorias”, ressalta Durval. Se você, chocólatra, estiver pensando em manter o peso, aumentar calorias não é o caminho. 

    Leia tudo sobre: dieta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.