Tamanho do texto

Rico em nutrientes, o alimento pode ajudar a reduzir o colesterol e até ser um saboroso aliado no emagrecimento

Rico em ácidos graxos insaturados, o amendoim ajuda a proteger o corpo de doenças cardiovasculares
Thinkstock/Getty Images
Rico em ácidos graxos insaturados, o amendoim ajuda a proteger o corpo de doenças cardiovasculares
Uma recente pesquisa realizada pelo IBOPE, para a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (ABICAB), revelou que 66% da população costuma consumir amendoim. Porém, 63% disseram desconhecer os valores nutritivos e a variedade de benefícios que o produto traz para a saúde.

Leia também: Soja é tão poderosa
quanto arroz com feijão

O levantamento mostrou ainda que muitos consumidores tem conceitos equivocados a respeito do alimento, considerando-o engordativo (17%), com colesterol e gordura ruim (12%) e causador de problemas no fígado (4%).

Um trabalho elaborado pela nutricionista e fitoterapeuta brasileira Vanderli Marchiori, no entanto, mosrta o lado bom do amendoim.

“Sua composição é rica em ácidos graxos insaturados – benéficos à saúde –, e fonte de proteína vegetal, fibra dietética, minerais, vitaminas e antioxidantes, que podem proteger as células e ajudar no combate a doenças cardiovasculares e alguns tipos de câncer . Por isso, o amendoim é um grande aliado da nutrição humana”, diz a especialista.

Siga o iG Saúde no Twitter

Entre todas as oleaginosas, o amendoim é a que fornece mais proteína. Por conter muitas gorduras monoinsaturadas, também reduz o colesterol e previne a formação de coágulos nas artérias, evitando doenças cardíacas. “Devido ao baixo índice glicêmico , pode ajudar a prevenir o diabetes do adulto e, por ser rico em vitamina E , combate as rugas e deixa os cabelos brilhantes”, completa Vanderli.


Considerado um alimento funcional, o amendoim pode até atuar como inibidor de apetite .

“Foi comprovado cientificamente que após a ingestão de uma pequena porção os níveis de saciedade elevam-se e se mantêm por mais de duas horas. Ou seja, mais do que o dobro de saciedade quando comparado aos lanches hipocalóricos normalmente recomendados em planos alimentares para redução de peso. Portanto, desde que consumido com moderação, o snack pode ser um saboroso aliado na manutenção do peso”, diz a nutricionista Lizandri Rangan, do Hospital Leforte, de São Paulo.

Confira também:
15 opções "magras" de lanches
Opções de lanches pobres em carboidratos


E se você gosta, pode consumi-lo diariamente. Mas cuidado com o tamanho da porção: 100 gramas contêm 596 calorias. Por isso, as especialistas recomendam apenas 30 gramas (ou cerca de 32 unidades) de amendoim torrado, na hora dos lanches intermediários.

Leia ainda: A festa das calorias

Atenção, antes de consumir:
- Hipertensos devem restringir o consumo de amendoim com sal
- Diabéticos precisam ter atenção com derivados doces, como pé-de-moleque
- Quem tem alergia ao alimento precisa prestar atenção nas embalagens de produtos, para verificar se há derivados de amendoim em sua composição

Leia mais sobre alergia alimentar na Enciclopédia da Saúde .

- O amendoim deve ser armazenado em local protegido de luz, pois é rico em gordura e pode ficar rançoso com o calor
- Mantenha-o também em lugar seco. Repare se a embalagem está intacta, pois o contato com a umidade pode facilitar a proliferação de fungos nocivos à saúde

Siga lendo sobre alimentação:
Perigo no prato
Os top 5 da contaminação
Dois cardápios que protegem o coração

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.