Tamanho do texto

Entidades de saúde foram convocadas a notificar imediatamente casos suspeitos da doença

selo

A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) emitiu um alerta hoje para tentar evitar que casos de sarampo, já confirmados no Pará e no Rio Grande do Sul, cheguem ao Estado. Segundo o comunicado, os trabalhos de prevenção foram intensificados em portos, aeroportos e rodovias. 

Hospitais, unidades de saúde públicas e privadas e laboratórios foram convocados a notificar imediatamente todo caso suspeito da doença. O Estado também iniciou uma "busca ativa" de pessoas que não foram vacinadas contra o sarampo em todos os municípios baianos. O foco são pessoas de 1 a 39 anos.

 A Sesab informa que 21 dos 62 casos suspeitos notificados no Estado desde o início do ano estão sendo investigados. Os outros 41 foram descartados e não são casos da doença. A Bahia enfrentou, em 2006, um surto da doença que atingiu 57 pessoas na região norte do Estado. De acordo com a secretaria, desde 2007 não são confirmados casos de sarampo em território baiano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.