Tamanho do texto

Preparação psicológica, música e frutas podem ajudá-lo a aproveitar melhor a atividade; confira oito dicas

Tem dias em que o mero pensamento de ir à academia já é um sofrimento. Os benefícios da atividade física estão muito claros na sua cabeça, as metas foram traçadas mas... Cadê a vontade? Como fazer aquele período entre equipamentos e aparelhos ser legal e proveitoso?

Suzy Fleury, psicóloga especializada em esportes, e Roberto Collaço, professor de educação física e personal trainer, dão oito dicas para o tempo passar mais rápido e a experiência da malhação, de maneira geral, ser mais agradável. Não perca tempo: dá para adotá-las ainda hoje!

Coma frutas antes de se exercitar
O açúcar das frutas (frutose) é bem aproveitado pelo organismo e fornece uma dose extra de energia. “O ideal é consumi-las imediatamente antes de sair de casa ou do trabalho para a academia. Até chegar lá, o corpo já terá começado a sentir seus efeitos”, recomenda Collaço. Ele sugere banana e abacaxi ou uma bela vitamina que misture várias frutas – neste caso, adicione à receita um pedaço de gengibre, que acelera o metabolismo.

Onze regras de etiqueta para a academia

Tire os pensamentos negativos da cabeça e entre sorrindo na academia
“Estudos indicam que temos cerca de 14 mil pensamentos por dia. Focar naqueles que nos proporcionam bem-estar, sem dar chance aos negativos, traz retornos nas relações pessoais, profissionais e também no desempenho nos esportes”, afirma Suzy. O conselho da psicóloga é assumir uma postura positiva desde o despertar pela manhã e aplicá-la aos exercícios a partir da entrada na academia: chegue sorrindo e cumprimente quem estiver pelo caminho. Isso levanta o astral e torna a experiência de estar ali melhor.

7 atitudes que fazem você perder tempo na malhação

Dê chance a novas amizades
Sentir-se bem no ambiente da academia é meio passo andado para querer frequentá-la o máximo possível. Como os outros alunos não são necessariamente de seu círculo social ou profissional, esteja aberto às conversas iniciadas por eles e não hesite em puxar papo quando achar adequado. Novas amizades podem começar assim. “Só é preciso tomar cuidado para não passar mais tempo sociabilizando do que se exercitando”, alerta Collaço.

Não seja autocrítico demais
Preocupação com a saúde e com a aparência são os principais motivos que levam os alunos à academia. No segundo caso, se a autoexigência por resultados for exagerada, pode acabar com o prazer de malhar. “Olhar-se no espelho e se sentir péssimo porque o corpo ainda não está como desejado só atrapalha. Em vez disso, a pessoa deve pensar nos benefícios gerais da prática de exercícios, e ela ficará mais fácil”, diz Suzy. Celebre os avanços, ainda que lentos, e aceite o seu ritmo sem se comparar aos outros alunos.

O que você precisa saber antes de fechar um plano

Prepare e ouça sua própria seleção musical
É impossível que o som ambiente da academia agrade a todos. Se você for da turma que não gosta do estilo musical escolhido pelo local, faça sua seleção de faixas, coloque seus fones de ouvido e se exercite à vontade. “A música só estimula o aluno se ele ficar feliz ao ouvi-la. Quando ele gosta de pagode e o alto-falante toca eletrônica, não dá certo. Ele tem que ouvir pagode e ser feliz. O tempo certamente passará mais rápido”, defende Collaço.

Não faça intervalos longos entre os aparelhos
Collaço garante: “Se o corpo esfria ou relaxa demais entre um aparelho e outro, a volta à atividade é realmente desanimadora”. Portanto, siga as orientações do instrutor da academia ou de seu personal e pare apenas o tempo necessário para recuperar o fôlego. Dessa forma, não será preciso sofrer a cada nova sequência e a malhação será bem mais gostosa.

As vantagens e desvantagens de cada horário para malhar

Aproveite o “tempo livre” para praticar o ócio criativo
Enquanto estiver na academia, você não precisará entregar relatórios, participar de reuniões ou se preocupar com prazos. Aproveite o momento de mente livre para deixar os problemas de lado e permitir que novas ideias, pessoais ou profissionais, ganhem formato. “Deixe um bloquinho e uma caneta à mão para fazer anotações. Elas serão úteis para os pensamentos serem lembrados depois, quando a vida voltar ao ritmo normal”, aconselha Suzy.

12 coisas que seu treinador gostaria que você soubesse

Fique atento à respiração
Se o dia estiver muito estressante e não houver música que o deixe relaxado durante os exercícios, concentre sua atenção na respiração. Suzy ensina: “Esvazie a mente, respire profundamente e ouça a inspiração e a expiração. Chegará um momento em que apenas isso fará sentido enquanto as atividades forem feitas. Nenhum barulho externo incomodará e o tempo passará mais rápido”.

Leia mais notícias sobre saúde

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.