Tamanho do texto

Fatores externos afetam diretamente o funcionamento do nosso corpo. Saiba como

Pimentas podem alterar o odor do corpo
Thinkstock
Pimentas podem alterar o odor do corpo

Nosso organismo produz odores no decorrer do dia que são totalmente naturais – e, diferente do que pode parecer, não são desagradáveis. Contudo, uma série de fatores externos, como tipo de roupa que vestimos, a alimentação e até mesmo o clima, podem alterar os odores que exalamos. Isso por que o suor proveniente das glândulas do corpo, resultante de um processo natural de regulação térmica da pele, sofre impactos relacionados à nossa rotina, o que torna algumas regiões como as axilas e a virilha, mais propensas à proliferação de bactérias, esta sim culpada pelos odores desagradáveis.

Entre as principais condições que podem contribuir para o surgimento de odores desagradáveis, estão a higiene pessoal, hábitos alimentares e tecidos das roupas, dentre outros. O iG preparou algumas dicas que podem ajudar a afastar de vez os vilões causadores do mau odor.

Roupas

Entre as principais causas do aparecimento do suor está o uso de roupas muito apertadas que evitam a ventilação. Nos dias mais quentes, a dica é usar roupas confeccionadas à base de fibras naturais, como o algodão e linho, por exemplo. As cores claras e modelos mais larguinhos não absorvem tanto o calor e favorecem a ventilação da pele.

Materiais mais grossos, pesados e sintéticos, como poliéster, nylon e elastano, dificultam a transpiração da pele. E quanto mais fechado for o tecido, mais difícil será para o corpo se resfriar, fazendo com que o abafamente favoreça a proliferação de bactérias e, consequentemente, o surgimento de odores indesejáveis.

Alimentação

O que você come também pode influenciar diretamente no odor do corpo. Essa influência pode ser percebida durante o processo de metabolização do alimento até a eliminação dele pelo organismo. Dietas ricas em proteínas aumentam a probabilidade de liberação dos odores corporais, e alimentos ricos em enxofre, como o alho, a cebola, e também a pimenta, são grandes responsáveis por darem ao suor um odor forte e causar o mau hálito.

Produtos termogênicos, riquíssimos em carboidratos, elevam a temperatura do corpo e também fazem com que o metabolismo se acelere na digestão, fazendo com que a pessoa acabe suando mais.

Higiene pessoal

O banho não é importante apenas para garantir odor agradável, ele serve para auxiliar o corpo a se livrar de fungos e bactérias que causam doenças ao organismo. Da mesma forma, é importante fazer uma higiene íntima correta, utilizando produtos próprios para a região.

E não podemos esquecer que a boca também libera odores. Escovar os dentes com frequência é a garantia de uma boa saúde bucal e, consequentemente, de um hálito agradável.

* Renan Michel em reportagem especial para o iG.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.