Tamanho do texto

Grandes mudanças de estilo não são fáceis, mas algumas coisas são simples de fazer, como respirar fundo, gargalhar, dar um abraço e adicionar pimenta à comida

Ter uma saúde de ferro todo mundo quer, mas encontrar tempo para se dedicar a essa melhora da qualidade de vida é o problema. No entanto, algumas atitudes simples do dia a dia podem ajudar na saúde e o melhor: em apenas 60 segundos. Que tal aderir?


Respirar fundo
Respirar fundo e calmamente traz um benefício enorme de redução do estresse no corpo, pois consegue barrar a produção deliberada do cortisol, o hormônio do estresse. Além disso, um estudo publicado no periódico científico PLOS ONE, feito por pesquisadores do Hospital Geral de Massachusetts junto com o Centro Médico Beth Israel Deaconess, ambos nos Estados Unidos, mostrou que respirar fundo pode até mesmo produzir mudanças imediatas na expressão de genes envolvidos com a função imunológica, metabólica e de secreção de insulina.

A dica é: não importa onde, tire um minuto para respirar fundo, concentrando-se no ar que entra e sai. O relaxamento é certo.

Leia:  Teste com sensor na orelha detecta em que nível de estresse a pessoa está

Gargalhar
Além de ser gostoso, dar uma boa gargalhada é quase uma terapia. Rir faz bem para a mente e também para o corpo. Um estudo da Universidade de Loma Linda, no Canadá, mostrou que a risada aumenta a liberação de hormônios protetores da saúde do corpo.

“Nossos resultados nos levam a acreditar que procurar experiências boas que nos fazem rir pode fazer muito pela nossa fisiologia ficar bem”, disse o líder do estudo, Lee Bark, em comunicado.

Uma boa risada não dura mais que um minuto, certo? É algo rápido e ótimo para a saúde.

Alongar
Alongar-se não é apenas um momento relaxante no começo do dia ou no meio de atividades estressantes. Segundo um estudo da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, alongar-se três vezes por semana ou fazer uma caminhada eleva a autoestima das pessoas acima dos 60 anos.

Apimentar a comida
Para quem não sofre com nenhum desconforto gástrico, adicionar pimenta à refeição é uma forma simples de proteger o fígado. Uma pesquisa feita no Laboratório de Biofísica Celular e Inflamação da Faculdade de Biociências da PUC do Rio Grande do Sul e publicada no periódico canadense Cell Biochemistry and Biophysics mostrou que a pimenta e o cacau podem proteger o fígado e retardar o surgimento da fibrose hepática, uma doença que evolui para a cirrose. Isso acontece porque a capsaicina, componente que deixa a pimenta ardida, é excelente protetora do fígado.

A pimenta estudada foi a dedo-de-moça, mas outras variedades – desde que sejam ardidas – também contêm capsaicina, trazendo benefícios semelhantes.

Leia: Pimenta e cacau protegem fígado da cirrose causada por álcool e da hepatite C

Abraçar
Aquele abraço afetuoso pode fazer muito pela saúde. A razão? Manda o estresse embora e protege o corpo contra infecções. Um estudo feito por psicólogos da Universidade Carnegie Mellon e publicado no periódico da Associação pela Psicologia Científica, nos Estados Unidos, mostrou que o suporte social que o abraço dá reduziu o risco de infecção enquanto pessoas passavam por situações conflitantes. O estudo também mostrou que o abraço reduz os efeitos deletérios do estresse.

“O aparente efeito protetor dos abraços pode ser tributado ao contato físico em si ou pelo fato de um abraço ser um comportamento que indica apoio e intimidade”, declarou Sheldon Cohen, um dos autores do estudo.

Comer chocolate amargo
Estudos dizem que 30 gramas de chocolate amargo por dia é benéfico para o coração. O resveratrol, que há no vinho tinto e é tão benéfico para a saúde cardiovascular, também habita uma deliciosa barra de chocolate amargo. Um estudo publicado no British Medical Journal mostrou que o consumo desse chocolate, desde que tenha no mínimo 60% de cacau, pode prevenir infarto e AVC.

Tirar 60 segundos do seu dia para consumir 30 gramas de chocolate amargo é uma boa ideia para a saúde.

Veja: 30g de chocolate amargo ao dia reduz colesterol e risco de doenças vasculares

Otimismo
Um estudo publicado pela Associação de Psicologia Científica mostrou que uma atitude positiva diante da vida protege o sistema imunológico. Logo, aquelas gripes, resfriados e outros problemas causados por baixa imunidade ficam bem longe daquele que encara o dia a dia de uma forma leve.

Além disso, uma pesquisa publicada no periódico da Associação Americana de Cardiologia mostrou que o otimismo diminui o risco de eventos cardiovasculares e morte em mulheres.

Que tal se esforçar a pensar em coisas boas gradativamente? Comece com um minuto por dia.

Lavar as mãos
Parece óbvio, mas nem todos seguem essa recomendação à risca. Lavar as mãos com água e sabão é uma forma eficaz de se proteger de gripes, resfriados e outros vírus que são transmitidos pelo contato, como o da conjuntivite, por exemplo. A Organização das Nações Unidas ressalta a importância da higiene desses membros.

Segundo a ONU, lavar as mãos com sabão é uma das vacinas mais baratas e eficazes contra doenças virais. Basta um minuto para higienizar corretamente as mãos e manter a saúde trincando.

Continue lendo:  Quando lavar as mãos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.