Tamanho do texto

Dispositivo força usuário a mastigar mais vezes e fazer garfadas pequenas

O Dia

A solução para perder peso pode ser simples: mastigar mais. Esta é a ideia de um aparelho lançado recentemente, que também limita a quantidade de alimento na boca, usado em tratamentos para emagrecer. Chamado de "dispositivo bariátrico", o mecanismo deve ser colocado no céu da boca 15 minutos antes da refeição, e pode ser retirado logo depois. São evitadas cerca de 530 calorias por refeição.

Chamado de
Divulgação
Chamado de "dispositivo bariátrico", aparelho é feito sob medida para casa paciente, por um dentista




“Ele faz com que a pessoa tenha que colocar menos alimento em cada garfada, e mastigar mais vezes”, explica o cirurgião dentista Flavio Gonçalves. O objeto é feito de resina acrílica, sob medida para cada paciente, e só precisa ser trocado se quebrar. É como um aparelho dental móvel, mas só com a parte interior, sem os fios que ficam na frente dos dentes.

O dispositivo, já disponível mas ainda pouco conhecido no Brasil, só pode ser usado com orientação médica, e é contraindicado para crianças e portadores de transtornos alimentares, como anorexia e bulimia.

>> MAIS: 40 dicas certeiras para emagrecer 2kg

O tratamento é uma maneira de lembrar às pessoas de que não são só os alimentos que importam, mas também a maneira como são ingeridos. “O grande problema das pessoas que sofrem para perder peso é a mastigação”, garante o ortodontista.

Leia mais no portal O Dia

IDEAL É MASTIGAR 30 VEZES

O número recomendado é de 30 a 40 vezes por garfada. A média, hoje em dia, seria de 15 mastigações, chegando a até cinco em alguns casos. “Ainda mais com a vida que o brasileiro leva: as pessoas acabam comendo correndo”, critica Flavio.

Para usar o dispositivo, também é preciso um acompanhamento mensal com um dentista e um nutricionista. “A gente depende do comportamento do paciente”, lembra Flavio. São checadas a frequência do uso e os cuidados com o aparelho.

O tempo de utilização depende de cada paciente, variando em relação à quantidade de peso que precisa ser perdida. “Não temos como prever como o organismo vai responder”, alerta.

O mecanismo não é indicado para crianças, porque exige cuidado, e pelas mudanças constantes no corpo. “É preciso esperar a criança concluir o crescimento”, ressalta o dentista. Um médico pode receitar o tratamento para um adolescente, em situações excepcionais. Nesse caso, novo aparelho é feito na fase adulta.

ATITUDES PARA PERDER PESO

A nutricionista funcional Thaianna Velasco deu dicas de hábitos alimentares que ajudam a emagrecer.

CONCENTRAR-SE NA REFEIÇÃO
Não é recomendado fazer outra coisa durante a refeição, como assistir televisão ou mexer no celular. “Você acaba comendo mais, e come mais rápido. Não dá tempo de o cérebro saber que você terminou a refeição”, explica a nutricionista.

LÍQUIDOS
O ideal é somente beber algo meia hora antes ou uma hora depois das refeições. “Você acaba com o suco gástrico, o que atrapalha a digestão”, alerta Thaianna.

‘LANCHEIRA’
É importante estar sempre com alimentos saudáveis, como frutas e barras de cereais. para evitar comer na rua.

FIQUE LONGE
O açúcar está no topo da lista, seguido por carboidratos refinados (pão, macarrão). Também é bom fugir da gordura saturada (carne vermelha, leite) e de alimentos industrializados (enlatados, gelatina).

Leia também:
10 erros que lhe impedem de emagrecer
8 truques surpreendentes para emagrecer sem pensar


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.