Tamanho do texto

Atletas amadores enfrentam hoje 230km com belas paisagens e algumas lesões. Repórter do Delas está entre os participantes

O segundo dia do Desafio 600K, a maior corrida de revezamento das Américas, iniciada na madrugada de ontem, na capital paulista , começou cedinho, com os corredores deixando Maresias em um traslado de van rumo a Caraguatatuba. Às 5 horas foi dada a largada oficial do dia, composto por 26 trechos e um total de 238 quilômetros até Angra dos Reis. 

No início desta tarde os atletas já estavam na divisa de São Paulo com Rio, em Parati (km 594 da estrada Rio-Santos). Ao longo do caminho, os resultados dos esforços intensos na briga por boas colocações começam a aparecer. E haja gelo no joelho para aliviar a dor, curativos para as bolhas nos pés e comprimidos para dores musculares. 

Mosquitos

Na região de Maresias e Ubatuba, litoral Norte de São Paulo, o pedido mais frequente para as ambulâncias que atendem ao evento foi o repelente. 

“Atendemos a muita gente pedindo alívio para picadas de mosquito”, disse a médica Paula Patrício. Ela acredita que o número de atendimentos não é maior porque muitos corredores acabam tratando suas dores e lesões por conta própria, com receio de uma proibição médica para continuar na prova. 

“Até agora felizmente não tivemos nada grave. Amanhã (terceiro e último dia do evento) a tendência é aumentar o número de ocorrências”, contou o socorrista Joabe Moura. 

A corredora e repórter do Delas Yara Achôa está participando da competição como membro da equipe Imprensa e escreveu um relato pessoal sobre o primeiro e o segundo dia da prova

O desafio 600K termina neste sábado (23/10) na Praia de Ipanema, no Rio de Janeiro. A chegada está prevista para às 17h30min. 

Veja as imagens mais marcantes da prova até agora.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.